Harold Pinter é hospitalizado às vésperas do Nobel

A semana de entrega dos prêmios Nobel em diversas categorias começa sem a presença do dramaturgo britânico ganhador do Nobel de Literatura Harold Pinter, de 75 anos. Os médicos o proibiram de viajar a Estocolmo e, além disso, ele foi internado hoje em uma clínica para tratamento do câncer no esôfago do qual padece há três anos, segundo informou seu agente. Seu editor, Stephen Page, receberá o prêmio em nome de Pinter.O programa de atividades inclui nesta terça-feira uma visita ao Museu Nobel e na quarta várias coletivas de imprensa estão programadas com os ganhadores do prêmio de Química, Física e Economia na Real Academia Sueca de Ciências, e na de Medicina no Instituto Karolinska. Neste dia está prevista a exibição pela Real Academia de Língua Sueca da conferência que Pinter gravou previamente em sua casa. Será o segundo ano seguido em que o premiado de Literatura fica ausente dos festejos, já que a escritora austríaca Elfriede Jelinek recusou-se a participar da cerimônia no ano passado por ter fobia por esses tipos de atos.Os dez premiados em Química, Física, Economia e Medicina farão suas conferências na Quinta-feira na Universidad de Estocolmo, no Instituto Karolinska e na Real Academia de Ciências. Horas depois, na sala Konserthuset da capital sueca haverá um concerto do violoncelista franco-americano de origem chinesa Yo-Yo Ma, que vai tocar com a Real Filarmônica de Estocolmo e o grupo The Silk Road Ensemble. No sábado, novamente o Konserthuset será o local da tradicional cerimônia de entrega dos prêmios pelo rei Carlos Gustavo, mesmo dia em que o diretor do Organismo Internacional de Energia Atômica (OIEA), Mohamed El Baradei, recebera em Oslo o Nobel da Paz. Os premiados permanecerão em Estocolmo até o dia 13, realizando visitas guiadas e excursões pela capital sueca e seus arredores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.