Harold Edgerton e a captura do movimento

MADRI

, O Estado de S.Paulo

20 de junho de 2010 | 00h00

Outro destaque desta edição do PhotoEspaña, inaugurado na semana passada, é a mostra Anatomia do Movimento ? Fotografias de Harold Edgerton no espaço expositivo da Fundação BBVA, na capital espanhola, até 25 de julho. O americano, nascido em 1903 e morto em 1990, era professor de engenharia eletrônica e durante sua carreira se dedicou a experimentos com a fotografia, unindo o processo do estroboscópio com o flash para poder flagrar em imagem o movimento. A exposição, com cerca de 90 obras fotográficas de diferentes períodos, em preto e branco e em cores, revela a beleza plástica de registros de atividades de atletas, experiências com explosões, disparos e com líquidos. / C.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.