Hanna Schygulla consagra-se como cantora

Hanna Schygulla chega à Alemanha com a peça Brecht... Aqui e Agora e reafirma seu talento de cantora. Nesse espetáculo, a atriz-fetiche de Fassbinder interpreta 15 canções da parceria de Bertolt Brecht com Kurt Weill e Hanns Eisler, repertório que inclui os clássicos Mackie Messer, Surabaya Jonny e Mahagonny. Jean-Marie Sénia, um dos mais célebres compositores contemporâneos de trilhas para teatro e cinema, acompanha Hanna ao piano. A turnê européia teve início no fim do ano passado, em Paris, cidade onde ela vive. As próximas escalas são Portugal e Dinamarca.Aos 57 anos, a introspectiva musa do cinema alemão surpreende ao apresentar um espetáculo intimista. Hanna estabelece um diálogo imaginário com Brecht e alinhava músicas dele com textos de sua própria autoria. "Para criar esta peça, busquei as marcas que Brecht deixou em mim, no que penso do amor e na forma como encaro a sociedade", declara Hanna em entrevista ao Estado. "Fui ao encontro do meu atalho mágico. Os lastros da memória estão sempre carregados da energia gerada pelas emoções e indicam o caminho para se criar a arte."Leia mais

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.