Guitarrista do Bon Jovi é preso por dirigir embriagado

Sambora deve comparecer ao tribunal dia 7 de maio; exames de sangue ficam prontos em um semana

AP

26 de março de 2008 | 16h50

O guitarrista principal de Bon Jovi, Richie Sambora, foi preso terça-feira, 25, por suspeita de dirigir bêbado.  Sambora, 48 anos, foi preso por volta das 23 horas (horário local) após um policial notar que seu carro, uma Hummer preta, ziguezagueava entre as faixas de tráfego. O Sargento Jason Kravetz, do departamento de polícia de Laguna Beach, disse nesta quarta-feira, 26, que fez alguns testes de sobriedade com o músico e o prendeu sem incidentes. Ele foi fichado na prisão de Laguna Beach, forneceu uma amostra de sangue e foi liberado às 4 horas da manhã. "Ele cooperou muito com toda a equipe", disse o oficial. Ainda segundo o policial, três mulheres estavam no carro de Sambora, incluindo duas menores. A mulher tomou a custódia das duas crianças e do carro depois da prisão do guitarrista.  Sambora deverá comparecer perante a corte dia 7 de maio para responder à acusação de dirigir sob o efeito de bebidas alcoólicas.  Os exames de sangue, que mostrarão se Sambora estava embriagado levarão uma semana para ficarem prontos. Sambora é membro fundador da banda Bon Jovi e tocou guitarra em todos os seus hits, incluindo Bad Medicine. O álbum mais recente do grupo, lançado em 2007, se chama Lost Highway.

Tudo o que sabemos sobre:
SamboraBon Jovi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.