Gugu deixa a Record e Rodrigo Faro deve substituí-lo

Com contrato que venceria apenas em 2017, Gugu Liberato e a Record iniciaram nesta quinta-feira um processo de rescisão do acordo. Os vencimentos mensais do apresentador batiam na casa dos R$ 3 milhões, valor fora da curva financeira traçada pela política atual da Record, que demitiu centenas de funcionários. Além disso, seu programa vinha ocupando a terceira posição no ranking do Ibope, atrás de Globo e SBT, algo bem abaixo das expectativas da casa e dos gastos que o apresentador e seu programa representam para o caixa.

CRISTINA PADIGLIONE, COLABOROU JOÃO FERNANDO, Agência Estado

07 de junho de 2013 | 11h25

Até ontem, a Record ainda trabalhava com a certeza de que Gugu apresentará seu programa neste domingo. Sua equipe de produção foi avisada de que deveria suspender todas as pautas, entrevistas e musicais previstos para as semanas seguintes, quando o horário, ainda de acordo com os planos iniciais, será ocupado por Rodrigo Faro, com seu "O Melhor do Brasil", programa muito bem-sucedido - e de baixo custo - exibido aos sábados.

Procuradas pela reportagem, nem a assessoria de comunicação da Record nem do apresentador se manifestaram sobre o assunto. A separação entre contratado e contratante já é caso certo. Falta agora resolver se serão absolvidas as altas cifras da multa rescisória, mas a insatisfação de ambas as partes indica que a saída do apresentador não custe nem um centavo a nenhum dos dois.

Gugu era o último representante dos salários milionários promovidos pela Record no mercado televisivo. Faz parte de um passado recente em que a emissora não poupou esforços para seduzir talentos da concorrência. Após perder grandes nomes da dramaturgia, como os atores Gabriel Braga Nunes e Marcelo Serrado, que voltaram para a Globo, perdeu a apresentadora Ana Paula Padrão e tem cortado salários de todas as esferas e áreas desde o início do ano.

A produção do Programa do Gugu era, atualmente, o maior custo da casa, sem o retorno esperado. Pressionado para faturar mais audiência, o apresentador já fez tudo o que estava a seu alcance: prometeu - e entregou - uma casa para o anão Marquinhos, do programa de Geraldo Luís, posou sem camisa no Twitter, a fim de atrair a audiência jovem, beijou Adriane Galisteu na boca e caprichou no assistencialismo que sempre traz bons números nas tardes de domingo.

Mas, além de seu antigo adversário de ibope, Fausto Silva, Gugu vinha perdendo terreno com frequência para sua ex-emissora, o SBT, que surpreendeu a audiência do horário com uma animadora de auditório em terreno que até então era um Clube do Bolinha: a loira Eliana manteve, para Silvio Santos, o segundo lugar no ranking de audiência. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
RecordGugu Liberato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.