Guggenheim de Las Vegas fecha as portas

Com menos de dois anos de vida e tendo sido palco deapenas uma exposição, o Guggenheim de Las Vegas fecha suasportas definitivamente. A filial do museu vai manter na cidadeapenas um espaço pequeno batizado de Guggenheim Hermitage,dedicado à arte clássica. A atração principal era o prédio deUS$ 25 milhões projetado por Rem Koolhaas, o arquiteto holandêsdas lojas da Prada em Nova York e São Francisco. O espaço, queestava desativado desde janeiro, vai ser transformado em umteatro.A experiência em Las Vegas pode dar mais munição aos críticos da filial carioca do museu, projeto cercado de polêmicas e protestos. Seu contrato foi assinado no final de abril, em Nova York, pelo prefeito do Rio César Maia e pelo diretor da Fundação Guggenheim, Thomas Krens. Para alguns, a iniciativa esconde unicamente o oportunismo de uma instituição em crise financeira. Para seus defensores, o Guggenheim do trará a revitalização do centro histórico carioca. Segundo Maia, o museu custará aos cofres da cidade cerca US$ 130 milhões. Krens, contudo, estima o valor total entre US$ 200 e US$ 250 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.