Guggenheim alemão expõe homenagem a Picasso

O museu Deutsche Guggenheim de Berlim expõe, a partir deste sábado e até o dia 23 de abril, uma instalação da artista conceitual alemã Hanne Darboven, que presta homenagem ao pintor e escultor espanhol Pablo Picasso. Darboven, considerada uma das artistas vivas mais renomadas tanto dentro como fora da Alemanha, quis prestar homenagem a um dos criadores mais importantes do século XX com uma instalação na qual documenta a década de 90.A instalação Homenagem a Picasso é composta por 9.720 folhas de papel colocadas em 270 painéis emoldurados e pintados à mão em azul, amarelo e branco. Cada folha tem uma série de grupos de números, distribuídos em colunas de 6x6. Os números reproduzem datas da última década. As paredes do pequeno Museu Deutsche Guggenheim ficam totalmente cobertas com os 270 painéis emoldurados.No interior da instalação há um busto de Picasso e uma série de esculturas, desde uma cabra até uma família de burros.Valerie Hillings, comissária do Museu Guggenheim de Nova York, explicou hoje, em entrevista coletiva, que o visitante que passeia pelo interior da instalação "tem a sensação de passear através do tempo" enquanto escuta a composição musical Opus 60 da artista. Hillings afirmou que Homenagem a Picasso é uma instalação "muito intelectual, que oferece uma experiência visual e oral no espaço". Hanne Darboven não pôde participar da entrevista coletiva, devido a seu delicado estado de saúde, segundo anunciaram os organizadores da exposição.O catálogo da exposição, disponível em inglês e alemão, contém um CD com a Opus 60 de Darboven, interpretada pela Jovem Orquestra Sinfônica de Berlim.

Agencia Estado,

03 de fevereiro de 2006 | 17h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.