Guerras justas e injustas

Sol em oposição a Urano e Júpiter; a Lua se aproxima da fase Cheia transitando por Peixes

QUIROGA, O Estado de S.Paulo

22 de setembro de 2010 | 00h00

A roda da fortuna determina os rumos da civilização denunciando a estreita visão de nossa humanidade. Hoje uns se declaram vitoriosos para um dia, tão certo quanto que sem Sol haverá noite, esses mesmos vitoriosos amargarão derrota. Sabendo disso, o que seria mais digno? Deixar-se levar pela corrente aparentemente insuperável do destino ou armar-se contra as circunstâncias e pela força de vontade superar o que for imbatível? Há guerras justas e as há também injustas. Estas últimas são as mais conhecidas, matanças e prejuízos colocados em marcha sobre argumentos pífios. Porém, há guerras que determinam o equilíbrio cósmico, a fundamental necessidade de não se perderem de vista os princípios e virtudes que fazem de nós seres humanos.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Quando você perceber que sua alma não recebe bem as críticas, entenda que isso será sinal de inflexibilidade de sua parte. No fundo, pode até ser que as críticas sejam infundadas, mas será melhor saber recebê-las, sempre!

TOURO 21-4 a 20-5

Se tudo pudesse ser controlado então nossa humanidade seria toda obsessivo-compulsiva. A alma reconhece que a vida será sempre maior do que as tentativas de dominá-la e isso será motivo de entusiasmo, não de desânimo.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Sentir compaixão nada tem a ver com sentir pena. Quando você tem pena de alguém inadvertidamente ajuda essa pessoa a afundar mais, porque lhe agrega peso. A compaixão faz o contrário, torna a alma mais leve.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Sua alma será completamente livre quando for capaz de perdoar as ofensas recebidas. Enquanto continuar ruminando críticas e formas de revidar, a liberdade continuará sendo um ideal inatingível, apenas um sonho e nada mais.

LEÃO 22-7 a 22-8

Certos temas são delicados e não se pode levantá-los a qualquer momento, perante quaisquer outras pessoas que não as indicadas. Melhor você buscar aproximar-se dessas pessoas para não cometer quaisquer indiscrições.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Cuide para usar bem sua vitalidade hoje, porque há uma séria tendência à dispersão. Sem ter nada de muito importante para fazer, a dispersão poderia ser boa, mas com assuntos valiosos na pauta, aí o panorama será outro.

LIBRA 23-9 a 22-10

Ofereça elogios, mas só se isso for espontâneo e desprovido de segundas intenções. Você sabe, as pessoas se sentem melhor quando elogiadas, mas elas precisam saber que é sincero. De outra forma, o resultado seria adverso.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

O cansaço é traiçoeiro, faz você elaborar argumentos que nada têm a ver com o que acontece. Melhor descansar logo do que criar perspectivas que não se sustentarão, já que o tempo e o entusiasmo as fariam desaparecer.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

É tempo de empreender novos assuntos, o que se torna motivo imediato de ânimo e entusiasmo. Siga em frente, mas não se esqueça de concluir o que deixou em andamento. Pontas soltas se transformariam em chicotes no futuro.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Tudo pode ser mudado e ainda por cima melhorado. Porém, se você continuar resistindo e teimando que só do seu jeito as coisas poderiam dar certo, então perderá a oportunidade de experimentar melhorias.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Houve um tempo em que guardar certos segredos foi a melhor escolha. Porém, esse tempo passou e agora a situação é outra, perante a qual a insistência em guardar esses segredos poderia trazer resultados desagradáveis.

PEIXES 20-2 a 20-3

O conforto que o avanço oferece não deve ser confundido com ter chegado lá. É propício descansar e revitalizar os nervos, tão castigados pelo estresse. Porém, nada disso deve ser considerado um fim em si mesmo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.