Divulgação
Divulgação

Grupo Teatro Meio abre sede para você se sentir em casa

Teatro Lá em Casa e Teatro Delivery são duas formas de fazer teatro com jeito de casinha

Marina Vaz, de O Estado de S. Paulo,

02 de outubro de 2009 | 04h30

Foi em uma oficina do Grupo Redimunho que surgiu o espetáculo ‘Cartas de Amor’. A falta de um espaço para apresentá-la originou a ideia de levar o espetáculo até a casa das pessoas. Nascia, assim, o Teatro Delivery. Coordenado por Alex Brasil, o Grupo de Teatro Meio abre nesta sábado, 3, sua sede própria, batizada como Teatro Lá Em Casa. Ali, o público é que é a visita. Sentada em sofás coloridos, a plateia é recebida com café e biscoitos, servidos pelos atores. O projeto Delivery e o espaço Lá Em Casa são duas formas de fazer teatro com jeito de casinha.

 

Para inaugurar sua nova sede, o grupo Meio estreia a peça ‘O Gênio em Concurso’, adaptação de um texto de Joaquim Manuel de Macedo (o autor do romance ‘A Moreninha’, do século 19, que talvez você tenha lido para o vestibular). ‘O Gênio...’ conta a história da pequena cidade de Cabelinhos, que não consta em nenhum mapa. "Queremos fazer um teatro acessível, sem abrir mão da pesquisa", diz Alex Brasil. Alguns livros pesquisados pelo grupo podem ser vistos na biblioteca com exemplares do século 19 que ficam no café do espaço.

 

A peça ‘Cartas de Amor’, com texto criado a partir de cartas escritas por conhecidos dos atores do Delivery, foi apresentada durante um ano em residências particulares. "É um trabalho de formação de público, de levar o teatro até as pessoas", explica o ator Roberto Borenstein, fundador do grupo. Durante o mês de outubro, a peça ganha uma residência fixa - a sede da Associação de Ambientalistas e Amigos do Parque da Água Branca.

 

Teatro Lá em Casa

Onde: R. Lopes de Oliveira, 635, Barra Funda, 7628-9995.

Quando: sáb., 21h; dom., 19h. Até 29/11.

Quanto: R$ 25 (dom.)/R$ 30 (sáb.).

 

Teatro Delivery

Onde: Parque da Água Branca. Av. Francisco Matarazzo, 455, Barra Funda, 3675-7436.

Quando: Dom., 15h e 17h (dia 4/10, apenas às 17h). Até 25/10.

Quanto: R$ 10 (dia 4/10, grátis).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.