Grupo invade museu de Paris e danifica tela de Claude Monet

O quadro mostra a ponte da cidade francesa de Argenteuil, e foi concluído pelo pintor impressionista em 1874

Efe,

07 Outubro 2007 | 14h57

O quadro A Ponte de Argenteuil, do pintor francês Claude Monet (1840-1926), foi danificado na noite de sábado por um grupo que entrou no Museu de Orsay, em Paris, informaram neste domingo, 7, fontes do Ministério da Cultura da França.   O quadro mostra a ponte da cidade francesa de Argenteuil, e foi concluído pelo pintor impressionista em 1874.   A polícia investiga o caso, embora a hipótese inicial seja de que o grupo conseguiu entrar no museu com o auxílio de algum objeto, e deixou o local assim que soou o alarme.   O grupo, integrado por quatro homens e uma mulher, foi filmado pelas câmeras de segurança do Museu e permaneceu por três minutos em seu interior, após ter forçado uma porta.   Nesse período, eles danificaram o quadro de Monet, que sofreu um rasgo de dez centímetros, provocado aparentemente por um soco.   A ministra da Cultura da França, Christine Albanel, se mostrou indignada com tal comportamento, e após comprovar os danos, disse que os integrantes do grupo estavam "bêbados".   Além da necessidade de melhorar as medidas de segurança dos museus, Albanel pediu ao Ministério da Justiça que trabalhe para que os crimes contra bens culturais sejam classificados de maneira especial e mais rigorosa.   A ponte retratada no quadro danificado chegou a ser reproduzida por Monet em sete versões com diferentes pontos de vista e contraste de cores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.