Grupo Cobra: Constant faz 80 anos

Um dos fundadores do grupo Cobra, o artista plástico Constant Nieuwenhuys, comemora hoje 80 anos. Em novembro de 1948, ele e Karel Appel, representando a Alemanha, ao lado do dinamarquês Asger Jorn e dos belgas Corneille e Alechinsky proclamaram o renascimento da arte figurativa em uma reunião nos fundos do Café Notre-Dame, em Paris. Para marcar a participação ativa deste cinco artistas de países distintos, o nome Cobra associa as primeiras letras das capitais de seus países - Copenhague, Bruxelas e Amsterdã. Constant colaborou com a revista e o movimento Cobra, até 1951, quando a corrente tem o seu fim. Nos anos seguintes, o artista deu início a trabalhos paralelos e, no final dos anos 70, participou da criação da Bauhaus.Mesmo extinta, as obras do Cobra permanecem em itinerância pelos principais museus do mundo. Quem tiver interesse em conferir pode aproveitar a exposição, até o dia 10 de setembro, na Pinacoteca do Estado, em São Paulo, que reúne 23 peças do grupo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.