Grifes disputam pelo estilo 'dressed to kill' de James Bond

Estilista americano Tom Ford surge como o provável encarregado do figurino do agente 007 no novo filme

Efe,

10 de março de 2008 | 12h42

A Tom Ford International, a nova empresa criada pelo estilista americano Tom Ford, que deixou a Gucci em 2004, será supostamente encarregada de vestir o ator Daniel Craig no novo filme da série 007, mas até o momento não houve confirmação oficial, segundo informou nesta segunda-feira, 10, o jornal britânico The Times.  Anteriormente, a alfaiataria italiana Brioni era a responsável pelos ternos do agente secreto. Segundo o Times, o motivo da suposta troca ainda é desconhecido. Alguns boatos afirmam que foi por causa oferta feita pela Tom Ford, enquanto outros apontam a saída de Umberto Angeloni do cargo de diretor-executivo da Brioni e a substituição de Lindy Hemming por Louise Frogley como nova responsável pelo figurino da série. Há inúmeros livros dedicados ao "estilo Bond", como Dressed to Kill (Vestido para Matar, em tradução livre), de Nick Foulkes, que lembra que o criador do personagem, Ian Fleming, não menciona marcas ou grifes ao descrever o estilo de seu herói. Terence Young, diretor de 007 Contra o Satânico Dr. No (1962), encarregou seu próprio alfaiate londrino, Anthony Sinclair, de vestir Bond, na época interpretado por Sean Connery. A escolha de Brioni foi feita por Lindy Hemming, responsável pelo figurino dos filmes da série entre 007 Contra Goldeneye (1995) e 007 Cassino Royale (2006). "É importante saber escolher bem os ternos. Também se deve garantir que eles poderão ser vistos durante anos sem parecerem ridículos", afirma Hemming. Foi ela que decidiu que seria um alfaiate italiano, Brioni, que vestiria o agente britânico. Segundo explicou ao Times, Hemming consultou vários costureiros europeus, inclusive Armani, antes de escolher Brioni. A empresa não vestiu apenas o agente 007, mas também outros personagens da série, como Miss Moneypenny e todos os personagens na roleta do Cassino Royale. A companhia italiana sempre se mostrou muito discreta com James Bond, mas essa discrição foi se dissipando nos últimos anos e, justo antes do lançamento de Cassino Royale, lançou um fraque com o nome do agente 007 no forro. De acordo com o Times, do americano Tom Ford, espera-se, por outro lado, mais publicidade, principalmente porque a Eon (produtora da série) está centrando os esforços no que o jargão publicitário chama de "product placement" (merchandising).

Tudo o que sabemos sobre:
James Bond007

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.