Grife Yves Saint-Laurent nega ter substituído estilista-chefe

A grife Yves Saint-Laurent, pertencente ao grupo de marcas de luxo PPR, negou que esteja substituindo seu estilista-chefe, Stefano Pilati, por Raf Simons, da grife alemã Jil Sander.

REUTERS

26 de setembro de 2011 | 18h53

A notícia havia sido dada pelo jornal International Herald Tribune, citando fontes não identificadas, e sem dizer quando a mudança seria concretizada.

"A Yves Saint-Laurent nega e considera infundados os atuais rumores sobre o chefe de design da marca", disse a grife em nota. "Stefano Pilati continua a dedicar seu talento e energia à Yves Saint-Laurent e às passarelas vindouras."

A reportagem do IHT causou alvoroço em Milão às vésperas da semana de moda da cidade. Executivos do setor andam preocupados com as perspectivas para o mercado da moda em 2012, devido à crise no mercado financeiro internacional e ao impacto das medidas de austeridade de governos europeus sobre o humor dos consumidores.

(Reportagem de Lionel Laurent)

Tudo o que sabemos sobre:
MODAYSLESTILISTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.