Grife Versace demitirá 25% dos funcionários

O grupo de moda italiano informou que medida tem como objetivo 'aumentar a eficiência' da marca

Efe,

28 de outubro de 2009 | 14h22

 

ROMA - O grupo de moda italiano Versace anunciou nesta quarta-feira, 28, um plano de reestruturação que prevê a eliminação de aproximadamente 350 postos de trabalho no mundo todo, o que equivale a quase 25% do quadro de 1.360 funcionários que a grife tem.

 

Em uma nota à imprensa divulgada ontem, o Grupo Versace, com sede em Milão, disse que a medida tem como objetivo "aumentar a eficiência", fazer a marca "voltar à rentabilidade em 2011" e "assegurar sólidas perspectivas de crescimento".

 

Para que essas metas sejam alcançadas, o plano de reestruturação da grife, fundada por Gianni Versace em 1978, contempla a "racionalização da equipe, uma revisão na rede de lojas, a redução dos investimentos em 2010 e um corte nos gastos".

 

Fontes da companhia disseram à Agência Efe que o grupo Versace deve fechar este ano com um prejuízo de 30 milhões de euros, bem superior ao de 400.000 euros registrado em 2008.

Tudo o que sabemos sobre:
Versace

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.