Greve na cultura pode chegar à Austrália

Enquanto uma greve de artistas e técnicos da indústria cultural paralisa eventos importantes na França, a TV australiana pode passar pelo mesmo problema a partir da próxima semana. Segundo a BBC, atores australianos decidiram fazer uma greve de pelo menos um dia, além de recusarem trabalhar no fim de semana, para protestar contra baixos salários. Segundo o sindicato que organiza a possível greve, os atores na Austrália ganham abaixo da média dos trabalhadores do país. Os produtores rebatem a informação, afirmando que, se atenderem as demandas dos atores, muitos programas podem dar prejuízo e por isso sair do ar. A disputa sobre o salário dos atores já dura oito meses. Estão ameaçados hits da tevê local, como os seriados Neighbours e Home and Away. Na França, a greve dos artistas continua a prejudicar o setor cultural. O Festival de Avignon, mega-evento realizado anualmente, segue parado. Os profissionais, que deveriam ter iniciado os trabalhos do evento ontem, decidiram manter a greve até a noite desta quarta-feira. Haverá uma reunião hoje entre os grevistas e organizadores do Festival de Avignon, um dos eventos mais prestigiados da Europa e que atrai por ano cerca de 100 mil pessoas e gera mais de ? 15 milhões.As informações são do site da BBC. Para ler o noticiário da BBC, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.