Greve de roteiristas espanta anunciantes nos EUA

Em greve desde o início de novembro, os roteiristas de grandes séries americanas andam tirando o sono dos donos de emissoras por lá. Não só por conta da paralisação, que pode causar a reprise de episódios, mas também pela pressão do mercado anunciante. Os patrocinadores já sinalizam que sem novidades na programação a audiência deve cair e, com ela, os investimentos em TV. Os roteiristas americanos continuam negociando com os grandes estúdios de cinema e TV, mas não sinalizam com a possibilidade de encerramento da greve nos próximos dias. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.