Gravuras de Picasso vão a leilão em Londres

Uma primeira seleção das pinturas queintegram a Suíte 347 (Série 347) de Pablo Picasso, consideradapelos especialistas um prodigioso testemunho autobiográfico doartista em sua maturidade, vai a leilão amanhã, emLondres.A segunda seleção, completando a série de 176 gravuras, estará àvenda em 20 de setembro, informou a casa de leilões Christie´s. O preço inicial de cada gravura vai de 2 mil a 29 mil euros,acrescentou a Christie´s, mas não informou quem é o atualproprietário das obras. Durante 204 dias, entre março e outubro de 1968, Picasso sededicou exclusivamente à arte da gravura, com a ajuda dos irmãosAldo e Piero Crommelynck. Os dois abriram uma oficina em umavelha padaria, perto da casa de Picasso em Mougins, na França. Formados pelo gravador parisiense Roger Lacourière, os irmãos se esforçaram para estar à altura das exigências do criadorespanhol. Em muitos casos, um claro desafio às técnicas tradicionaisdo meio.A Suíte 347 é considerada, pelos analistas, o diário pessoal doartista nesse período de enorme criatividade. Misturando confissãoautobiográfica e fantasia, Picasso deixou nela suas experiências eseus desejos mais íntimos. "Ninguém nunca sabe o que vai sair, mas quando o desenho começa ater forma, nasce uma história e uma idéia e ali está. Fico horas ehoras desenhando, observando as minhas criaturas e pensando nasloucuras que elas cometem. É a minha forma de escrever ficção",confessou o pintor e escultor a um de seus biógrafos.Nas gravuras que compõem a série, Picasso assume identidadesdistintas - artista, fauno, bufão, viciado em sexo -, guiando oespectador pelo mundo do circo, pela arte clássica e pela mitologia.Entre as mais conhecidos estão La Celestina e Rafael y LaFornarina.

Agencia Estado,

28 de março de 2006 | 13h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.