Gravadoras rebelam-se contra a MTV

As principais gravadoras internacionais decidiram rebelar-se contra a MTV. De acordo com o jornal New York Post,elas não querem mais pagar para ter seus artistascomo atração do Video Music Awards. A Sony teria desembolsadoUS$ 250 mil para ter Jennifer Lopez no evento, enquanto a Jiveteria gastado US$ 1 milhão por conta de Britney Spears e ´NSync. A MTV defende-se dizendo que oferece a estrutura básicapara cada performance, mas que qualquer "custo adicional" deveser pago pelas gravadoras. Representantes de algumas delas devemfazer uma reunião com a direção do canal para avisar a emissora que não vão mais assumir a conta.Enquanto isso, a MTV comemora os índices de audiência da última edição de seu prêmio, cuja cerimônia foi realizada na quinta-feira. O programa foi a atração de maior audiência da TV a cabo americana este ano, com 10 milhões de telespectadores, e marcou a sua segunda maior audiência da história do prêmio, atrás apenas da edição apresentada por Chris Rock em 1999.

Agencia Estado,

10 de setembro de 2001 | 13h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.