Gravações de "No Limite" começam na próxima semana

No próximo domingo, os 12 participantes da segunda edição do programa No Limite, da Rede Globo, vão se isolar perto de uma represa na Chapada dos Guimarães, Mato Grosso. A maratona deve durar nove semanas e render oito programas para a emissora, com apresentação de Zeca Camargo. Os candidatos foram escolhidos através de inscrição pelo site da Rede Globo ou selecionados pela equipe de produção. São seis homens e seis mulheres, com idades entre 18 e 46 anos, de oito Estados."Escolhemos essa região no interior do Brasil por ser diferente da primeira edição do programa, que foi numa praia no Ceará, pelas dificuldades de sobrevivência e, obviamente, pela beleza natural do lugar", disse o diretor-geral do programa, Fernando Gueiros. "Os candidatos foram escolhidos pela resistência física e pela capacidade de interagir com seus companheiros de aventura. Haverá uma equipe de 150 pessoas na produção, mas elas estão proibidas de conversar com os participantes."Gueiros nega estar preocupado com a audiência dessa segunda fase de No Limite, embora reconheça a grande responsabilidade de repetir o sucesso da primeira edição, exibida em agosto e setembro do ano passado. A expectativa é marcada por dois itens importantes: mais de 40 mil pessoas se inscreveram para participar, e as quatro cotas de patrocínio já foram vendidas com quase um mês de antecedência, para a Fiat, Grendene, Schincariol e Banco Real. Gueiros não quis dizer qual é o orçamento do programa.A maior preocupação da Rede Globo nessa segunda fase de No Limite é evitar que vazem informações sobre os eliminados e sobre o vencedor. Desde a semana passada, os 12 concorrentes estão isolados e podem ser eliminados do programa caso mantenham qualquer contato com a mídia. Além disso, os 300 profissionais da equipe do programa assinam um termo de compromisso que prevê multa, no caso de vazamento de qualquer informação sobre as etapas competitivas ou sobre os vencedores.

Agencia Estado,

15 de janeiro de 2001 | 16h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.