Grã-Bretanha está fora da Feira de Livro de Atenas

Uma decisão sem precedentes fez a União de Editores e Livreiros de Atenas cancelar a participação da Grã-Bretanha na Feira Internacional do Livro de Atenas, devido à forte oposição da população grega à guerra anglo-americana no Iraque. O país seria o grande homenageado do evento que acontece 9 e 25 de maio.Protestos e boicotes em razão da guerra não são novidades na Grécia, mas até agora haviam sido concentrados em produtos e empresas americanas. ?A decisão foi tomada com base na situação do povo do Iraque e as condições na Grécia. Me refiro ao espírito pacifista do povo grego?, disse Dimitri Papaleonidas, assessor da União de Editores e Livreiros. A homenagem ao país está cancelada, mas escritores e editores britânicos poderão participar de forma independente. Agora, a homenagem da Feira Internacional do Livro de Atenas será feita à paz. Tradicionalmente, a feira de Atenas expõe os livros do país homenageado em estandes gregos. Além disso, o país honrado tem o seu próprio estande. No lugar do estande britânico haverá um outro, dedicado apenas a livros anti-guerra com tradução para o grego.

Agencia Estado,

11 de abril de 2003 | 13h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.