Imagem Cristina Padiglione
Colunista
Cristina Padiglione
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Gloob anuncia para outubro sua 1ª novela infantil

Ao completar um ano, canal da Globosat lança novas séries brasileiras e adquire clássicos como Peter Pan

CRISTINA PADIGLIONE, O Estado de S.Paulo

16 de junho de 2013 | 02h10

Por mais esperada que fosse, a boa aceitação à produção infantil nacional surpreendeu a direção do Gloob. Esse é o primeiro diagnóstico do balanço do primeiro aniversário do canal. Calçado nessa percepção, o diretor responsável pelo Gloob, Paulo Marinho, antecipou ao Estado que o canal caçula das Organizações Globo lança em outubro a sua primeira novela infantil: Gabi Estrela, uma parceria com as produtoras Panorâmica e Chatrone. "É um projeto muito ousado", diz.

Primeiro representante da quarta geração do patriarca Irineu Marinho, o neto de Roberto Marinho não denuncia as origens. Dispensa qualquer sinal de empáfia para responder sobre acertos e erros desse primeiro ano e logo vai se desculpando por qualquer coisa. Marinho passou por todos os estágios, em vários departamentos das Organizações Globo, até concluir o preparo acadêmico que o credenciou para o cargo atual.

A par das primeiras pesquisas sobre a recepção do canal, conta que o potencial de público do Gloob alcançou 11 milhões de domicílios em janeiro, quando finalmente conseguiu uma vaga no line up da Sky. Assim, está disponível em 70% da base de assinantes do País.

Na cozinha. Além da terceira temporada da série Detetives do Prédio Azul, da Conspiração, carro-chefe do canal, o Gloob já confirma mais duas safras do título, com 52 episódios inéditos para 2014. Outro título nacional a ganhar extensão é Tem Criança na Cozinha, programa de culinária feito por e para crianças. Entre os novos projetos, além de Gabi Estrela, está Vincantados, série de 26 episódios da Boutique Filmes, que pleiteia verba do Fundo Setorial de Audiovisual. Outro título prestes a sair do forno é a animação Osmar, a Primeira Fatia de Pão, série da 44 Toons, que também estará na TV Cultura.

"A gente ainda está num momento de experimentação", diz Marinho. Feito para o público de 5 a 9 anos, o Gloob, segundo seu diretor, também conseguiu consumar a meta de unir pais e filhos diante da TV, em boa parte graças aos filmes que exibe e a animações antigas como She-Rá e He-Man. A grade do canal mescla personagens clássicos, como uma simpática animação de Charles Chaplin, com o mais moderno ícone animado da criançada, os passarinhos finlandeses Angry Birds, sucesso febril do universo de games.

Aliás, no contexto dos personagens clássicos, Marinho anuncia que o Gloob adquiriu novas séries animadas de Peter Pan e Robin Hood.

E se vale como alento aos pais que fazem da TV a sua babá eletrônica, mesmo que por tempo restrito, o Gloob, exceção feita à TV Rá-Tim-Bum, é o infantil com menos comerciais no ar, talvez por ainda ser uma novidade para os anunciantes. "Respeitamos o limite de 25% do espaço para publicidade e não fazemos merchandising", endossa Marinho, pai de duas crianças.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.