Globosat corre para comprar Pan de 2011

Os canais Globosat travaram guerra contra o relógio na tentativa de comprar os Jogos Pan-Americanos de 2011. Em duras negociações com a Record, dona dos direitos de transmissão do evento, Alberto Pecegueiro, diretor-geral da Globosat, diz estar otimista quanto à compra da competição para os canais Sportv, mas garante que já está perdendo dinheiro com o atraso. "Deveríamos ter fechado isso em junho para poder captar anunciantes e programar nossa cobertura", fala ele. "Não sabemos se teremos transmissão HD nem em quantos canais." Fontes do mercado garantem que a Record comprou o Pan por US$ 12 milhões e quer vender por US$ 35 milhões.

Keila Jimenez, keila.jimenez@grupoestado.com.br, O Estado de S.Paulo

12 de agosto de 2010 | 00h00

18 milhões

de assinantes de TV paga é o que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) acredita

que haverá no Brasil em 2018

"Quem vive com o controle remoto não tem medo, e sim admiração pela concorrência." Presidente das Organizações Globo, Roberto Irineu Marinho, na ABTA

Além da ausência da SKY, o mercado deu falta da presença da Fox na ABTA, maior feira de TV por assinatura do País, que ocorre esta semana em São Paulo. Só alguns executivos da programadora/distribuidora circulavam por lá.

Na ABTA, alguns falavam da falta de espaço para um bom stand da marca, que o marketing da Fox esqueceu da verba para o evento, e outros, que a Fox teria ficado irritada com o fato de a entidade ter passado a apoiar a PLC116 (antigo PL29), projeto de lei sobre TV por assinatura.

Com direito a presença em peso do mercado, de políticos e até da concorrência, o presidente das Organizações Globo, Roberto Irineu Marinho, abriu anteontem a ABTA, com discurso de mea-culpa: "Aprendemos a duras penas que uma coisa é produzir, outra é distribuir na TV por assinatura."

As palavras de Marinho só aumentaram o burburinho em torno da vontade do grupo de vender a Net para o mexicano Carlos Slim, dono da Embratel.

A Record enviará para a cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude, em Cingapura, cerca de 45 profissionais. Mais da metade da delegação brasileira na competição - que vai ao ar do dia 14 ao dia 26 - que contará com 80 atletas.

Hoje, no Encontros Estadão & Cultura sobre os 60 anos de TV no Brasil, Paulo Markun, Ana Paula Padrão e Lillian Witte Fibe falam sobre jornalismo. Teatro Eva Herz, Livraria Cultura, às 13 horas.

A Cura, de João Emanuel Carneiro, estreou anteontem na Globo com média de 20 pontos de ibope, três a mais que o episódio final de sua antecessora, Na Forma da Lei.

Destaque da série, Andréia Horta já foi convidada para a segunda temporada de Tudo Junto e Misturado, série de Bruno Mazzeo que ainda nem estreou na Globo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.