Globo pode criar "Sex and the City" brasileiro

Uma versão brasileira do seriado Sex and The City. Esse é o projeto que pode vir a ocupar a disputada vaga de Os Normais, que deixará a programação da Rede Globo no segundo semestre. A dona da idéia é a atriz e roteirista Patrícia Travassos. Batizado inicialmente de 4 X Sexo, a série tem como mote principal o segredo do sucesso do original norte-americano: quatro amigas de diferentes biótipos e estilos, vivendo e trocando experiências sobre sua vida sexual, sempre com muito bom humor. O projeto, que já foi apresentado à direção da Globo, deve ser analisado pela emissora na próxima semana. Patrícia, que, além de escrever, pretende atuar na série, conta com a ajuda da amiga Andréa Beltrão no projeto. Para dirigir o programa, o nome mais cotado é o de Maurício Farias, diretor de A Grande Família e marido de Andréa. A versão brasileira de Sex and The City surge justamente quando a badalada série americana, produzida pela HBO - e atualmente exibida aqui pelo Multishow - promete deixar a TV. Pelo menos é o que anunciam as protagonistas do programa estrelado por Sarah Jessica Parker: a série estaria em sua última temporada nos Estados Unidos. Para o quarteto, a chegada delas aos 40 anos põe um pouco a perder a proposta original.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.