Globo leva Copa do Mundo de 2018 e de 2022

A Globo só não diz quanto pagou pelas Copas de 2018 e 2022, cujos direitos de transmissão foram abocanhados novamente pela emissora, segundo comunicado distribuído ontem, com aval da Fifa. Como parâmetro, a emissora havia oferecido US$ 85 milhões pela Copa de 2010. Agora, a exclusividade total de transmissão para o Brasil, que inclui TV aberta, fechada e internet, pressupõe passos mais largos do que nunca na web, plataforma que rendeu ao Terra excelentes resultados nos últimos eventos olímpicos, cujos direitos eram da Record. A Globo deverá sublicenciar o produto a outros veículos, com prioridade para a Band, sua parceira em outros eventos esportivos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.