Globo grava infantil "Capitão Sardinha"

Quando a nova série infantil da Globo, Capitão Sardinha, for ao ar em agosto, prepare-se para ver belas imagens de lugares paradisíacos como Fernando de Noronha, Bonito, Caribe, Bahamas e Ilha de Galápagos. Para ilustrar as cenas em que o submarino comandado por Capitão Sardinha (Stênio Garcia) e seu ajudante, o Marujo Pimenta (Cássio Scapin), passeia pelo fundo do oceano, o cinegrafista Lawrence Wabba colheu durante cinco meses imagens de vários lugares paradisíacos."As imagens serão inseridas na janelinha do submarino, para dar mais veracidade à história. Da mesma forma, o submarino cenográfico deverá, através de computação gráfica, surgir no meio do mar", adiantou Wabba, que já realizou trabalho semelhante para outro programa infantil, o Eliana e Alegria, da Record. "Gravei e dirigi todas as imagens da série Histórias da Natureza", lembrou o cinegrafista.Com direção de Ulysses Cruz e idéia original de Cao Hamburger (de Castelo Rá-Tim-Bum), Capitão Sardinha é destinado ao público com idade entre 6 e 7 anos, e fará parte do infantil Globinho, a nova programação da Globo que ocupará as manhãs da emissora. O novo projeto faz parte do núcleo Roberto Talma, que além de Capitão Sardinha, também exibirá desenhos da Turma da Mônica como parte do pacote de atrações.Aventuras DidáticasAssim como Capitão Sardinha é inspirado no herói literário Dom Quixote De La Mancha, em seu imediato Marujo Pimenta é fácil notar traços do fiel escudeiro Sancho Pança. Em suas viagens pelo mundo, serão abordados assuntos como a poluição do meio ambiente, a importância da fauna e da flora marinha, entre outros temas instrutivos e politicamente corretos."O Sardinha é um aventureiro delirante, que constrói um submarino de sucata para viajar pelos mares do planeta", define Stênio, que começou a gravar os episódios na última terça-feira, no Rio. "Ele luta, por exemplo, com o famoso ´Monstro do Lago Ness´, e é apaixonado por uma sereia", exemplifica o intérprete, garantindo estar completamente absorvido por seu mais novo papel.Para compor seu personagem, além de pesquisar sobre a vida de navegadores como Pedro Álvares Cabral e Cristóvão Colombo e ler sobre a lendária baleia Moby Dick e o livro 20 Mil Léguas Submarinas, Stênio também pintou os cabelos de vermelho e deixou crescer o bigode. "Acho que de certa forma, todos esses personagens, fictícios ou não, são lembrados no comportamento do Sardinha", explicou. Os episódios de Capitão Sardinha serão exibidos em aventuras completas todos os dias, de segunda a sexta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.