Globo divulga série que não exibirá

Em agosto, a Globo vai levar ao ar, no horário nobre, um programete de um minuto de duração para divulgar uma atração que não será exibida pela emissora. O objetivo é tornar familiar o projeto Sexualidade, Prazer em Conhecer. Trata-se de uma série voltada para o adolescente, que estréia no meio de agosto no canal pago Futura (Net e Sky)."Os patrocinadores estão com medo da reação dos pais ao programa", explica o diretor Celso Yamashita, da produtora O2. "Eles acreditam que, se as pessoas tomarem conhecimento antes, pela Globo, vão saber que se trata de algo sério."A Fundação Roberto Marinho e o laboratório Schering são os patrocinadores do projeto. Feita a partir de depoimentos de jovens, a série de 20 programas será levada para as salas de aula em forma de fita de vídeo e livro.Assuntos como primeira vez, gravidez na adolescência, família, violência e relacionamentos serão discutidos. Segundo Yamashita, o que vai diferenciar esse projeto é o motivo que pode criar preocupação nos pais: o despojamento e a espontaneidade das declarações.Os programas mesclam depoimentos de grupos de São Paulo e do Rio. Os paulistas, cerca de 30 por debate, foram reunidos em um cenário que imita um loft, com almofadas e sofás. Entre eles, foram "infiltrados" especialistas que instigam os debates. Os cariocas são integrantes do grupo de teatro Nós do Morro, com moradores do Vidigal, favela da zona sul da cidade. Eles discutiram os mesmos assuntos que os paulistas, em quatro dias de gravação, realizada no Rio.Os programetes que divulgarão o projeto, na Globo, foram feitos a partir dos depoimentos. "Escolhemos 13 assuntos, os menos polêmicos dos 20 da série", informa Yamashita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.