Em premiação por blog, Globo de Ouro elege ‘Ataque dos Cães’ e ‘West Side Story’

Foi uma experiência bizarra acompanhar aquela que costumava ser a festa mais divertida da temporada

Mariane Morisawa - Especial para o Estadão

Foi uma experiência um tanto bizarra acompanhar a entrega dos Globos de Ouro de 2022. Com a transmissão pelo canal americano NBC cancelada, o anúncio dos prêmios oferecidos pela Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood (Hollywood Foreign Press Association, HFPA) foi feito apenas pelo blog do site e posts nas redes sociais da associação.

Nada diferente, portanto, das premiações de associações de críticos de Nova York ou Los Angeles, e longe da festa animada regada a champanhe de anos anteriores, considerada um esquenta para o Oscar. 

Cena de "Amor, Sublime Amor", atualização de Steven Spielber do clássico de 1961 Foto: Divulgação

A HFPA foi acusada de falta de ética e ausência de membros negros em uma série de reportagens do jornal Los Angeles Times, depois que a jornalista norueguesa Kjersti Flaa entrou com uma ação alegando que a organização é um cartel. Flaa, que teve sua admissão na entidade recusada diversas vezes, perdeu a ação.

Continua após a publicidade

Mas as denúncias causaram boicote dos artistas e dos estúdios, motivando a associação a prometer uma série de mudanças, com admissão de 21 membros e consultoria sobre diversidade e ética. A NBC achou melhor não transmitir a premiação até que resultados dessas reformas estejam consolidados. 

“O Globo de Ouro é uma ponte para uma audiência mundial de muitas cores, muitas fés, muitas culturas, unidas por uma mesma paixão – o amor ao cinema”, disse Helen Hoehne, presidente da HFPA, na “abertura” do evento, que aconteceu sem presença de público, imprensa externa ou indicados na noite deste domingo, em Los Angeles. 

Em tese alguns prêmios foram apresentados por representantes das organizações apoiadas pela HFPA, que declarou ter feito doações totalizando US$ 50 milhões nas últimas décadas. “Em tese” porque não havia nem vídeo nem fotos para demonstrar, não fazendo sentido para quem estava acompanhando em casa.

Mas, já que havia apenas membros da HFPA na plateia, eles faziam sentido para quem estava lá? Para quem eram esses discursos? Foi assim que a HFPA e a Associação para o Progresso de Pessoas Não-Brancas (National Association for the Advancement of Colored People, NAACP) anunciaram uma parceria durante a cerimônia para buscar uma maior representatividade em toda a comunidade de Hollywood.

Não houve surpresas nas duas principais categorias da noite. Como esperado, Ataque dos Cães, de Jane Campion, foi o melhor drama, Amor, Sublime Amor (West Side Story), de Steven Spielberg, foi a melhor comédia ou musical do ano. 

Benedict Cumberbatch, em "Ataque dos Cães" Foto: Divulgação/Netfiix

Encanto, da Disney, foi eleito pela HFPA a melhor animação do ano. O Globo de Ouro de melhor filme em língua não-inglesa foi para o japonês Drive My Car, de Ryusuke Hamaguchi. 

Poucas horas antes da cerimônia, a revista Variety publicou uma reportagem dizendo que nenhum filme em língua não-inglesa ou animação estava na cédula para votação como melhor filme, seja drama ou comédia/musical – a inclusão dessas produções era uma das promessas de alterações de regras do Globo de Ouro e tinha sido anunciada pela organização em junho.

Um porta-voz da HFPA disse à Variety que os membros sabiam das mudanças e que podiam votar em filmes de língua não-inglesa e animações, mas a revista mantém que as cédulas não incluíam filmes desses tipos. 

Jane Campion foi eleita a melhor diretora, por Ataque dos Cães. É o segundo ano consecutivo que uma mulher leva o prêmio de direção – Chloé Zhao ganhou em 2021 por Nomadland –, e Campion tornou-se a terceira mulher a ganhar o troféu. 

O Globo de Ouro de ator de drama foi para Will Smith por King Richard – Criando Campeãs, de Reinaldo Marcus Green. É a primeira vitória do ator depois de seis indicações. Nicole Kidman ganhou o troféu de melhor atriz de drama por Being the Ricardos, de Aaron Sorkin. Este é o quinto prêmio de Kidman, que concorreu 17 vezes ao Globo de Ouro. 

O pontapé inicial da temporada de premiações foi gelado, sem nenhuma graça ou glamour. A razão, neste caso, é bem específica: o imbróglio em que a HFPA está metida. Mas a verdade é que, com a variante ômicron se alastrando pelos Estados Unidos, as chances de outras premiações serem novamente virtuais são grandes.

O Oscar ainda tem esperança de uma curva descendente rápida de casos, porque acontece apenas no fim de março. Mas essa pandemia já provou que não tem medo de ser estraga-prazeres. A única vantagem é que, mesmo se o SAG ou o Oscar for virtual, pelo menos vai dar para ver os premiados recebendo prêmios. 

Confira os vencedores de todas as categorias:

Melhor filme de drama

'Belfast'

'No Ritmo do Coração'

'Duna'

'King Richard: Criando Campeãs'

'Ataque dos Cães'

Melhor direção de filme 

Kenneth Branagh, Belfast

Jane Campion, Ataque dos Cães

Maggie Gyllenhaal, A Filha Perdida

Steven Spielberg, Amor, Sublime Amor

Denis Villeneuve, Duna

Melhor ator em filme de drama

Mahershala Ali, Swan Song

Javier Bardem, Being the Ricardos

Benedict Cumberbatch, Ataque dos Cães

Will Smith, King Richard: Criando Campeãs

Denzel Washington, A tragédia de Macbeth

Melhor atriz em filme de drama

Jessica Chastain, The Eyes of Tammy Faye

Olivia Colman, A Filha Perdida

Nicole Kidman, Being the Ricardos

Lady Gaga, Casa Gucci

Kristen Stewart, Spencer

Melhor filme - Comédia/Musical

Cyrano

Não Olhe Para Cima

Licorice Pizza

Tick, Tick... Boom!

Amor, Sublime Amor

Melhor ator em filme de Comédia/Musical

Leonardo DiCaprio, Não Olhe Para Cima

Peter Dinklage, Cyrano

Andrew Garfield, Tick, Tick... Boom!

Cooper Hoffman, Licorice Pizza

Anthony Ramos, Em Um Bairro em Nova York

Melhor atriz em filme de Comédia/Musical

Marion Cotillard, Annette

Alana Haim, Licorice Pizza

Jennifer Lawrence, Não Olhe Para Cima

Emma Stone, Cruella

Rachel Zegler, Amor, Sublime Amor

Melhor ator coadjuvante em filme

Ben Affleck, Bar doce lar

Jamie Dornan, Belfast

Ciarán Hinds, Belfast

Troy Kotsur, No Ritmo do Coração

Kodi Smit-McPhee, Ataque dos Cães

Melhor trilha sonora em filme

Alexandre Desplat, A Crônica Francesa

Germaine Franco, Encanto

Jonny Greenwood, Ataque dos Cães

Alberto Iglesias, Madres Paralelas

Hans Zimmer, Duna

Melhor atriz coadjuvante em filme

Caitriona Balfe, Belfast

Ariana DeBose, Amor, Sublime Amor

Kirsten Dunst, Ataque dos Cães

Aunjanue Ellis, King Richard: Criando Campeãs

Ruth Negga, Identidade

Melhor canção original em filme

"Be Alive" - Beyoncé (King Richard: Criando Campeãs)

"Dos Oruguitas" - Sebastian Yatra (Encanto)

"Down to Joy" - Van Morrison (Belfast)

"Here I Am (Singin' My Way Home)" - Jennifer Hudson (Respect)

"No Time to Die" - Billie Eilish (007 - Sem Tempo Para Morrer)

Melhor filme estrangeiro

Compartment Number 6

Drive My Car

A Mão de Deus

A Hero

Madres Paralelas

Melhor filme de animação

Encanto

Flee

Luca

My Sunny Maad

Raya e o Último Dragão

Melhor ator em série de TV de drama

Brian Cox, Succession

Lee Jung-jae, Round 6

Billy Porter, Pose

Jeremy Strong, Succession

Omar Sy, Lupin

Melhor série de TV de drama

Lupin

The Morning Show

Pose

Round 6

Succession

Melhor atriz em série de TV de drama

Uzo Aduba, In Treatment

Jennifer Aniston, The Morning Show

Christine Baranski, The Good Fight

Elizabeth Moss, The Handmaid's Tale

Mj Rodriguez, Pose

Melhor série de TV de comédia/musical

The Great

Hacks

Only Murders in the Building

Reservation Dogs

Ted Lasso

Melhor ator em série de TV de comédia/musical

Anthony Anderson, Black-ish

Nicholas Hoult, The Great

Steve Martin, Only Murders in the Building

Martin Short, Only Murders in the Building

Jason Sudeikis, Ted Lasso

Melhor atriz em série de TV de comédia/musical

Hannah Einbinder, Hacks

Elle Fanning, The Great

Issa Rae, Insecure

Tracee Ellis-Ross, Black-ish

Jean Smart, Hacks

Melhor série limitada, série antológica ou telefilme

Dopesick

Impeachment: American Crime Story

Maid

Mare of Easttown

The Underground Railroad

Melhor roteiro de filme

Paul Thomas Anderson, Licorice Pizza

Kenneth Branagh, Belfast

Jane Campion, Ataque dos Cães

Adam McKay, Não Olhe para Cima

Aaron Sorkin, Being the Ricardos

Melhor ator em série limitada, série antológica ou telefilme

Paul Bettany, WandaVision

Oscar Isaac, Scenes from a Marriage

Michael Keaton, Dopesick

Ewan McGregor, Halston

Tahar Rahim, The Serpent

Melhor atriz em série limitada, série antológica ou telefilme

Jessica Chastain, Scenes from a Marriage

Cynthia Ervio, Genius: Aretha

Elizabeth Olsen, WandaVision

Margaret Qualley, Maid

Kate Winslet, Mare of Easttown

Melhor ator coadjuvante em TV

Billy Crudup, The Morning Show

Kieran Culkin, Succession

Mark Duplass, The Morning Show

Brett Goldstein, Ted Lasso

Oh Yeong-su, Round 6

Melhor atriz coadjuvante em TV

Jennifer Coolidge, The White Lotus

Kaitlyn Dever, Dopesick

Andie McDowell, Maid

Sarah Snook, Succession

Hannah Waddingham, Ted Lasso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Em premiação por blog, Globo de Ouro elege ‘Ataque dos Cães’ e ‘West Side Story’

Foi uma experiência bizarra acompanhar aquela que costumava ser a festa mais divertida da temporada

Mariane Morisawa - Especial para o Estadão

Foi uma experiência um tanto bizarra acompanhar a entrega dos Globos de Ouro de 2022. Com a transmissão pelo canal americano NBC cancelada, o anúncio dos prêmios oferecidos pela Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood (Hollywood Foreign Press Association, HFPA) foi feito apenas pelo blog do site e posts nas redes sociais da associação.

Nada diferente, portanto, das premiações de associações de críticos de Nova York ou Los Angeles, e longe da festa animada regada a champanhe de anos anteriores, considerada um esquenta para o Oscar. 

Cena de "Amor, Sublime Amor", atualização de Steven Spielber do clássico de 1961 Foto: Divulgação

A HFPA foi acusada de falta de ética e ausência de membros negros em uma série de reportagens do jornal Los Angeles Times, depois que a jornalista norueguesa Kjersti Flaa entrou com uma ação alegando que a organização é um cartel. Flaa, que teve sua admissão na entidade recusada diversas vezes, perdeu a ação.

Continua após a publicidade

Mas as denúncias causaram boicote dos artistas e dos estúdios, motivando a associação a prometer uma série de mudanças, com admissão de 21 membros e consultoria sobre diversidade e ética. A NBC achou melhor não transmitir a premiação até que resultados dessas reformas estejam consolidados. 

“O Globo de Ouro é uma ponte para uma audiência mundial de muitas cores, muitas fés, muitas culturas, unidas por uma mesma paixão – o amor ao cinema”, disse Helen Hoehne, presidente da HFPA, na “abertura” do evento, que aconteceu sem presença de público, imprensa externa ou indicados na noite deste domingo, em Los Angeles. 

Em tese alguns prêmios foram apresentados por representantes das organizações apoiadas pela HFPA, que declarou ter feito doações totalizando US$ 50 milhões nas últimas décadas. “Em tese” porque não havia nem vídeo nem fotos para demonstrar, não fazendo sentido para quem estava acompanhando em casa.

Mas, já que havia apenas membros da HFPA na plateia, eles faziam sentido para quem estava lá? Para quem eram esses discursos? Foi assim que a HFPA e a Associação para o Progresso de Pessoas Não-Brancas (National Association for the Advancement of Colored People, NAACP) anunciaram uma parceria durante a cerimônia para buscar uma maior representatividade em toda a comunidade de Hollywood.

Não houve surpresas nas duas principais categorias da noite. Como esperado, Ataque dos Cães, de Jane Campion, foi o melhor drama, Amor, Sublime Amor (West Side Story), de Steven Spielberg, foi a melhor comédia ou musical do ano. 

Benedict Cumberbatch, em "Ataque dos Cães" Foto: Divulgação/Netfiix

Encanto, da Disney, foi eleito pela HFPA a melhor animação do ano. O Globo de Ouro de melhor filme em língua não-inglesa foi para o japonês Drive My Car, de Ryusuke Hamaguchi. 

Poucas horas antes da cerimônia, a revista Variety publicou uma reportagem dizendo que nenhum filme em língua não-inglesa ou animação estava na cédula para votação como melhor filme, seja drama ou comédia/musical – a inclusão dessas produções era uma das promessas de alterações de regras do Globo de Ouro e tinha sido anunciada pela organização em junho.

Um porta-voz da HFPA disse à Variety que os membros sabiam das mudanças e que podiam votar em filmes de língua não-inglesa e animações, mas a revista mantém que as cédulas não incluíam filmes desses tipos. 

Jane Campion foi eleita a melhor diretora, por Ataque dos Cães. É o segundo ano consecutivo que uma mulher leva o prêmio de direção – Chloé Zhao ganhou em 2021 por Nomadland –, e Campion tornou-se a terceira mulher a ganhar o troféu. 

O Globo de Ouro de ator de drama foi para Will Smith por King Richard – Criando Campeãs, de Reinaldo Marcus Green. É a primeira vitória do ator depois de seis indicações. Nicole Kidman ganhou o troféu de melhor atriz de drama por Being the Ricardos, de Aaron Sorkin. Este é o quinto prêmio de Kidman, que concorreu 17 vezes ao Globo de Ouro. 

O pontapé inicial da temporada de premiações foi gelado, sem nenhuma graça ou glamour. A razão, neste caso, é bem específica: o imbróglio em que a HFPA está metida. Mas a verdade é que, com a variante ômicron se alastrando pelos Estados Unidos, as chances de outras premiações serem novamente virtuais são grandes.

O Oscar ainda tem esperança de uma curva descendente rápida de casos, porque acontece apenas no fim de março. Mas essa pandemia já provou que não tem medo de ser estraga-prazeres. A única vantagem é que, mesmo se o SAG ou o Oscar for virtual, pelo menos vai dar para ver os premiados recebendo prêmios. 

Confira os vencedores de todas as categorias:

Melhor filme de drama

'Belfast'

'No Ritmo do Coração'

'Duna'

'King Richard: Criando Campeãs'

'Ataque dos Cães'

Melhor direção de filme 

Kenneth Branagh, Belfast

Jane Campion, Ataque dos Cães

Maggie Gyllenhaal, A Filha Perdida

Steven Spielberg, Amor, Sublime Amor

Denis Villeneuve, Duna

Melhor ator em filme de drama

Mahershala Ali, Swan Song

Javier Bardem, Being the Ricardos

Benedict Cumberbatch, Ataque dos Cães

Will Smith, King Richard: Criando Campeãs

Denzel Washington, A tragédia de Macbeth

Melhor atriz em filme de drama

Jessica Chastain, The Eyes of Tammy Faye

Olivia Colman, A Filha Perdida

Nicole Kidman, Being the Ricardos

Lady Gaga, Casa Gucci

Kristen Stewart, Spencer

Melhor filme - Comédia/Musical

Cyrano

Não Olhe Para Cima

Licorice Pizza

Tick, Tick... Boom!

Amor, Sublime Amor

Melhor ator em filme de Comédia/Musical

Leonardo DiCaprio, Não Olhe Para Cima

Peter Dinklage, Cyrano

Andrew Garfield, Tick, Tick... Boom!

Cooper Hoffman, Licorice Pizza

Anthony Ramos, Em Um Bairro em Nova York

Melhor atriz em filme de Comédia/Musical

Marion Cotillard, Annette

Alana Haim, Licorice Pizza

Jennifer Lawrence, Não Olhe Para Cima

Emma Stone, Cruella

Rachel Zegler, Amor, Sublime Amor

Melhor ator coadjuvante em filme

Ben Affleck, Bar doce lar

Jamie Dornan, Belfast

Ciarán Hinds, Belfast

Troy Kotsur, No Ritmo do Coração

Kodi Smit-McPhee, Ataque dos Cães

Melhor trilha sonora em filme

Alexandre Desplat, A Crônica Francesa

Germaine Franco, Encanto

Jonny Greenwood, Ataque dos Cães

Alberto Iglesias, Madres Paralelas

Hans Zimmer, Duna

Melhor atriz coadjuvante em filme

Caitriona Balfe, Belfast

Ariana DeBose, Amor, Sublime Amor

Kirsten Dunst, Ataque dos Cães

Aunjanue Ellis, King Richard: Criando Campeãs

Ruth Negga, Identidade

Melhor canção original em filme

"Be Alive" - Beyoncé (King Richard: Criando Campeãs)

"Dos Oruguitas" - Sebastian Yatra (Encanto)

"Down to Joy" - Van Morrison (Belfast)

"Here I Am (Singin' My Way Home)" - Jennifer Hudson (Respect)

"No Time to Die" - Billie Eilish (007 - Sem Tempo Para Morrer)

Melhor filme estrangeiro

Compartment Number 6

Drive My Car

A Mão de Deus

A Hero

Madres Paralelas

Melhor filme de animação

Encanto

Flee

Luca

My Sunny Maad

Raya e o Último Dragão

Melhor ator em série de TV de drama

Brian Cox, Succession

Lee Jung-jae, Round 6

Billy Porter, Pose

Jeremy Strong, Succession

Omar Sy, Lupin

Melhor série de TV de drama

Lupin

The Morning Show

Pose

Round 6

Succession

Melhor atriz em série de TV de drama

Uzo Aduba, In Treatment

Jennifer Aniston, The Morning Show

Christine Baranski, The Good Fight

Elizabeth Moss, The Handmaid's Tale

Mj Rodriguez, Pose

Melhor série de TV de comédia/musical

The Great

Hacks

Only Murders in the Building

Reservation Dogs

Ted Lasso

Melhor ator em série de TV de comédia/musical

Anthony Anderson, Black-ish

Nicholas Hoult, The Great

Steve Martin, Only Murders in the Building

Martin Short, Only Murders in the Building

Jason Sudeikis, Ted Lasso

Melhor atriz em série de TV de comédia/musical

Hannah Einbinder, Hacks

Elle Fanning, The Great

Issa Rae, Insecure

Tracee Ellis-Ross, Black-ish

Jean Smart, Hacks

Melhor série limitada, série antológica ou telefilme

Dopesick

Impeachment: American Crime Story

Maid

Mare of Easttown

The Underground Railroad

Melhor roteiro de filme

Paul Thomas Anderson, Licorice Pizza

Kenneth Branagh, Belfast

Jane Campion, Ataque dos Cães

Adam McKay, Não Olhe para Cima

Aaron Sorkin, Being the Ricardos

Melhor ator em série limitada, série antológica ou telefilme

Paul Bettany, WandaVision

Oscar Isaac, Scenes from a Marriage

Michael Keaton, Dopesick

Ewan McGregor, Halston

Tahar Rahim, The Serpent

Melhor atriz em série limitada, série antológica ou telefilme

Jessica Chastain, Scenes from a Marriage

Cynthia Ervio, Genius: Aretha

Elizabeth Olsen, WandaVision

Margaret Qualley, Maid

Kate Winslet, Mare of Easttown

Melhor ator coadjuvante em TV

Billy Crudup, The Morning Show

Kieran Culkin, Succession

Mark Duplass, The Morning Show

Brett Goldstein, Ted Lasso

Oh Yeong-su, Round 6

Melhor atriz coadjuvante em TV

Jennifer Coolidge, The White Lotus

Kaitlyn Dever, Dopesick

Andie McDowell, Maid

Sarah Snook, Succession

Hannah Waddingham, Ted Lasso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Atualizamos nossa política de cookies

Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.