Globo coproduz versões de 'Os Normais' na Espanha e no Chile

CANNES - A Globo vai coproduzir duas versões internacionais de Os Normais, seriado de Fernanda Young e Alexandre Machado: uma para o canal 13 do Chile, a ser dirigida por Herval Rossano Filho, e outra para a Espanha, por encomenda de uma produtora. "O seriado tem o seu texto adaptado para cada país", explicou à coluna o diretor-executivo de produção internacional da Globo, Guilherme Bokel, em Cannes, ontem, na Mipcom, a mais importante feira de TV do mundo.

Cristina Padiglione, O Estado de S.Paulo

11 Outubro 2012 | 03h11

Exportar o formato de suas séries é mais um passo na estratégia da emissora para a venda da receita do bolo, ou seja, do texto e do conceito do programa, tendência mundial que tem sido bem adotada pela Globo no ramo de telenovelas. Mas, se o mercado hispânico dos Estados Unidos tem sido mais mirado para a coprodução de folhetins, como endossam as versões de Vale Tudo, O Clone, Louco Amor e agora Fina Estampa, todas com a Telemundo, os canais anglo-americanos são o foco para a coprodução de séries, gênero que já conta com um leque de títulos digno de ser apresentado ao mercado internacional. Retrato Falado, por exemplo, que aqui era quadro do Fantástico, com Denise Fraga, está pronto para virar série com episódios maiores e um casal (em vez de uma mulher) como protagonistas. O título participa de um pitching (concurso) promovido por uma agência de Chicago.

Enquanto isso, a Globo negocia com a RCN, da Colômbia, a coprodução de mais uma versão hispânica de novela e, com a TV Azteca, do México, uma nova La Reina de La Chatarra, vulgo Rainha da Sucata.

10 pontos de média marcou o SBT no Ibope da Grande São Paulo, anteontem, com o filme Fúria de Titãs, durante Balacobaco, novela que não tem surtido efeito para o saldo da rede de Edir Macedo.

A China aos olhos do Olivier

Olha lá o Olivier Anquier em terras chinesas, honrando o figurino local: a série que levou o francês a explorar a China e até a cozinhar na Muralha chega ao canal GNT no dia 25. De olho na culinária, ele se permitiu conhecer rituais e aspectos culturais, em cruzada por Beijim, Hong Kong, Xangai e Macau.

Emílio Azacárraga Jean, presidente do Grupo Televisa, esteve ontem na Mipcom, em Cannes, e também estampou as páginas da edição diária da revista distribuída no evento. No texto, ele é apontado como alguém disposto a adquirir 30% do SBT. Só falta o Silvio Santos querer vender.

Peixonauta, animação brasileira da TV Pinguim criada para o Discovery Kids e hoje também no SBT e na Cultura, foi vendida para a TV Galícia, da Espanha. O acerto envolve duas temporadas: são 104 episódios de 11 minutos cada.

The Americans, série que tem como contexto o governo Reagan e dois espiões da KBG que vivem como casal em Washington, foi anunciada na Mipcom como a produção mais cara da Fox para a TV.

Cozete Gomes, Regina Mansur, Aeileen Varejão e a mulher do ex-jogador de futebol Luísão são algumas das cotadas para a 2.ª edição do reality show Mulheres Ricas, na Band. Consultada, a emissora não confirmou os nomes. Alega que os contratos ainda não foram fechados.

VIAGEM A CANNES FEITA A CONVITE DA BRAZILIAN TV PRODUCERS (BTVP)

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.