Globo carrega na trilha sonora de "Celebridade"

Você já reparou quantas vezes a mesma música toca em cada capítulo de Celebridade? Pois é, a trama das 9 da Globo teve de ser mais recheada com repetições de sua trilha sonora por causa de uma pesquisa de público. No primeiro grupo de discussão sobre a novela, realizado recentemente pela Globo, os telespectadores revelaram que não se lembravam das músicas que embalam a trama de Gilberto Braga.O grupo de discussão foi realizado após a exibição do capítulo 25 da trama, com 4 grupos distintos, em São Paulo. O resultado surpreendeu ao próprio autor do folhetim, que estava acostumado a ouvir elogios dos amigos cariocas sobre a escolha das músicas. "Desde o 1º capítulo, aqui no Rio, quando elogiavam a novela, uma das coisas mais citadas era sempre a música", fala Gilberto Braga. Mesmo ouvindo todos os dias, diversas vezes canções como Ruby, Com Que Roupa? e No Tempo de Dondon, as participantes da pesquisa não conseguiram se lembrar de nenhuma canção em especial.Como em toda novela de Braga, a sofisticação marca a maioria das canções de Celebridade. Entre os artistas, estão a musa do jazz Diana Krall, Ray Charles, o grupo pop Simply Red, Maria Bethânia, Gal Costa, Caetano Veloso, Chico Buarque (cantando Brisa do Mar, de João Donato) e Nana Caymmi. O CD duplo também traz o clássico Rio de Janeiro (Isto é o Meu Brasil), de Ary Barroso, gravado por João Bosco e Sympathy for The Devil, versão clássica de música dos Rolling Stones - não, não é Mick Jagger que está cantando -, gravada pela banda cover Rolling Band, por que a original não foi autorizada.A solução encontrada pela Globo para reforçar as baladas da trama na cabeça da audiência foi carregar a trama de inserções musicais. Até porque, interessa, e muito, para emissora que as músicas tocadas na novela caiam no gosto popular. Quem não lembra das músicas, não compra o CD. É justamente da vendas das trilhas sonoras, que a emissora tira uma parte significativa do lucro de seus folhetins.

Agencia Estado,

23 de janeiro de 2004 | 12h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.