Gisele recusa convite da Clonaid, diz tablóide inglês

A supermodelo brasileira Gisele Bündchen rejeitou uma oferta milionária da empresa de pesquisa genética Clonaid para ser sua garota propaganda, informou hoje o tablóide britânico The Sun. A Clonaid, ligada à seita dos raelianos, afirma ter clonado o primeiro bebê humano no dia 26 de dezembro passado. " Eu não quero ter nada relacionado com eles", disse Gisele ao Sun. "E certamente não quero que ninguém me clone." Segundo o jornal mais lido do Reino Unido, uma fonte próxima a Gisele disse: "Eles queriam a mulher mais bonita do mundo como seu símbolo. Mas não há possibilidade de a Gisele ser a face, ou faces, da Clonaid." O Sun ? que publicou a ilustração ao lado - salientou que a modelo brasileira cobra cerca de 7 mil libras esterlinas (cerca de R$ 37 mil) por hora nas suas campanhas publicitárias. Clique aqui para ver a notícia no site do The Sun.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.