Gisele Bündchen, ponto alto do Fashion Rio

Descontraída, a top model Gisele Bündchen fez ontem o último desfile de seu contrato com a grife Colcci. Ela seguiu as instruções da estilista Lila Colzani e desfilou com conforto e descontração. Abriu o desfile sorridente e chegou a dar tchauzinho para Caetano Veloso, que assistia ao desfile da primeira fila. A top teve três entradas na passarela. Todas elas com vestidos amplos, que escondiam suas formas. Na primeira, Gisele usou um vestidinho de linho bege. Enquanto as outras modelos caminhavam por entre um mar cenográfico, que tomou metade dos lugares destinados à platéia, Gisele apenas ia e voltava na passarela tradicional. O segundo look foi um vestido de patchwork ainda mais amplo do que o primeiro, todo de algodão, com estampas florais, camuflada e xadrez. O terceiro e último, que segundo Colzani, teria sido o que ela mais gostou, foi um vestido preto de linho, viscose, seda e aço, com um generoso decote em V. Tão generoso que Gisele desfilou segurando a gola. Na platéia, vips brigavam por um lugar mais privilegiado. A grife criou uma segunda fila A para que os famosos não se sentissem preteridos. Mesmo assim, teve quem reclamou. O diretor global Marcos Paulo passou parte do desfile ameaçando três repórteres. Isadora Ribeiro, grávida de sete meses, alegava que não conseguiria enxergar nada na terceira fila. Caetano, na platéia de vipsCaetano Veloso chegou sem convite, acompanhando Regina Casé e a filha Benedita, e a produção teve que arrumar um lugar rapidamente. "É a primeira vez que assisto a um desfile de moda, estava gravando e não sabia se poderia vir", disse ele. A Colcci apresentou a coleção "Uma semana na praia". Todas as peças vieram amplas e confortáveis, como no vestido, peça-chave da estação e nas bermudas masculinas. O desfile foi dividido em três partes. As cores começaram claras, como no início do dia, com alguns detalhes em flúor. Nos pés, sandálias douradas plataforma para elas e tênis de cano alto para eles. À tarde, uma profusão de cores e estampas, tons vivos (azul e vermelho). À noite, as cores são escuras. Para os tecidos, a Colcci apostou nos tecidos naturais como algodão, malha, linho e seda. O jeanswear também prioriza o conforto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.