Gisele Bündchen pode estar com síndrome do pânico

Acostumada a conviver com aglomerações de fotógrafos e curiosos, a top Gisele Bündchen pode ter ficado traumatizada pelo excesso de gente. Comenta-se que a modelo estaria internada em Nova Iorque para tratar um distúrbio psicológico conhecido como Síndrome do Pânico. Gisele teria começado a sentir claustrofobia em setembro de 2005, quando desfilava para a marca Colcci em Barcelona. Desde então, ela estaria evitando fazer longas viagens de avião. Amigos de Gisele garantem que ela não assina mais contratos que a obriguem participar de eventos com muitas pessoas. A assessoria da modelo nega a doença.

Agencia Estado,

01 de fevereiro de 2006 | 15h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.