Gisele Bündchen "ama os animais"

Gisele Bündchen disse que nunca teve a intenção deofender a organização People for the Ethical Treatment ofAnimals (Peta), o grupo que protestou contra a modelo no desfileda Victoria´s Secret na semana passada. A brasileira, que foichamada de "escória das peles" por ter feito a campanha damarca Blackglama, "ama os animais e respeita muito o Peta",disse Anne Nelson, sua empresária nos Estados Unidos. "Ela nãofoi paga em peles e não usa peles, era apenas um contrato depromoção como outro qualquer." Segundo Anne, Bündchen "usatênis feitos em fábricas em que os trabalhadores são exploradose diamantes retirados por crianças de 5 anos de minas em queninguém mais consegue entrar." "Ela também bebe leite e comecarne, mas peles, não usa."CampanhaAlém do protesto contra Giselle, a People for the Ethical Treatment of Animals (Peta) lançou a campanha "Instigue Gisele a ser um anjo para os animais" (ou "Urge Gisele to be an angel for animals"). A campanha está no site da Peta (http://www.peta.org.br/alert/automation/AlertItem.asp?id=584) e solicita a adesão de internautas, com divulgação via e-mail, mas o endereço fornecido para o envio de correspondências à top model é de correio comum: Gisele Bündchen, c/o Anne Nelson, IMG Models, 304, Park Ave. South, 12th Floor, New York, NY 10010. A organização é conhecida por seus anúncios chocantes contra o comércio de peles e atualmente usa a foto de uma modelo segurando os restos de uma raposa, depois de retirada a pele, para mostrar o que sobra quando se faz um casaco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.