Gil lembra carreira e amigos em "Tempo Rei"

A segunda produção da parceira firmada entre o canal Multishow e a Conspiração Filmes vai ao ar nesta sexta-feira, dia 30, às 21h30, pelo canal distribuído pela Net e Sky. Gilberto Gil chega a película cinematográfica com seu Tempo Rei, prometendo repetir o sucesso que o colega Chico Buarque fez em As Cidades, no final de abril.Em Tempo Rei, Gil conta tudo sobre sua carreira, fatos marcantes e amigos. Seja em Salvador, Rio de Janeiro ou São Paulo, este baiano de Ituaçu fica à vontade para mostrar ao telespectador detalhes da sua vida.Na cidade natal, ele anda por bairros e vilarejos, confessando que foi em Ituaçu que encontrou inspiração para escrever a música Refazenda. "Esse lugar tem uma função mítica na minha vida", diz. Pela Bahia, ele também conversa com pessoas que marcaram seu caminho: Kleber Aguiar, Lucas Mascarenhas, a Mãe de Santo Stella, além de toda a família Gil, Filhos de Gandhi e Timbalada.Mãe de Santo Stella é figura importante na Bahia. Numa conversa descontraída, ela e Gil falam sobre religiosidade, Orixás, Oxalá, Senhor do Bonfim e Candomblé. Já na companhia de Carlinhos Brown e Roberto Mendes, o cantor visita a aldeia de pescadores na vila de São Brás.Com o fotógrafo Pierre Verger, que realizou um trabalho sobre a Bahia captando imagens do povo baiano, Gil conversa sobre a personalidade dessa gente, seus costumes e cultura. Jorge Amado também participa do especial e juntos falam da famosa preguiça baiana e da influência da cultura africana no Brasil.Outro convidado especial é Caetano Veloso, com quem Gil passeia por Salvador relembrando momentos marcantes da carreira e cantando sucessos. Stevie Wonder também dá uma canja ao lado do baiano interpretando Desafinado, acompanhado pelo violonista Paulinho Camafeu.Em São Paulo, Gilberto Gil reaparece na apresentação do Hollywood Rock, cantando Back in Bahia e Menina Bahia. Sem desagradar os fãs, o cantor e compositor também interpreta durante o especial Vamos Fugir, Procissão, Pai e Mãe, Logun Edé, Filhos de Gandhi, De Ouro e Marfim, Expresso 2222, Refavela, Folhas Mortas, e para finalizar, Tempo Rei A direção é de Andrucha Waddington, Lula Buarque de Hollanda e Breno Silveira, que também assina a fotografia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.