Gil firma contrato para construção de museu em Alagoas

O ministro da Cultura, Gilberto Gil, assinou hoje contrato de R$ 1,5 milhão com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a construção do Museu do Rio São Francisco em Penedo, Alagoas. O próximo projeto em parceria com o BNDES, segundo Gil, deverá ser a construção de um museu sobre o artista plástico Frans Kracjsberg, na propriedade dele em Nova Viçosa (BA). O presidente do banco, Demian Fiocca, confirmou que há interesse em patrocinar o projeto, que está de acordo com as diretrizes da instituição, mas que ainda não há nada definido. O BNDES está investindo R$ 1.581.050 para viabilizar o projeto de restauração dos imóveis que receberão o museu, as demolições, o projeto museológico e a primeira etapa de restauração. O Ministério da Cultura entrará com o R$ 1 milhão restante para concluir essa primeira etapa, prevista para terminar até o fim do ano. A segunda etapa, também orçada em R$ 2,5 milhões, deve ser concluída no final de 2008. De acordo com o projeto, o museu servirá para incrementar o turismo, transformando Penedo num portal para a exploração do Rio São Francisco. "Priorizamos investimentos em projetos que integrem a cultura e a sociedade, ou seja, políticas públicas que tratem a cultura aliada com o turismo ou com a revitalização urbana", disse Fiocca. Segundo Gil, a Política Nacional de Museus, implementada durante sua gestão à frente do ministério "não os coloca nem no centro nem na periferia, e sim onde têm que estar". Pela manhã, o ministro participou da reabertura da área de reserva técnica do Museu Nacional de Belas Artes, onde ficam guardadas as obras que não estão sendo expostas. A obra durou dois anos e custou R$ 2 milhões, patrocinados pelo Ministério da Cultura (R$ 1,1 milhão) e pelo Instituto Vitae (R$ 900 mil), organização sem fins lucrativos que patrocina projetos de Cultura, Educação e Promoção Social. Para alojar o acervo de cerca de 18 mil itens, a área de reserva técnica foi ampliada de 1.011 metros quadrados para 1.736 metros quadrados. Além de um sistema de segurança computadorizado, foi instalado um sistema de climatização e de controle da umidade do ar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.