Gil discute apoio do BNDES a projetos de cultura

O governo federal planeja instalar bibliotecas em mil municípios que ainda não têm esse tipo de serviço neste ano e no próximo. O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Guido Mantega, e o ministro da Cultura, Gilberto Gil, discutiram hoje em reunião a portas fechadas, na sede da instituição, formas de atuação conjunta neste projeto e em outro, o Canto Livre, para preservação e livre distribuição de música brasileira pela Internet. No caso das bibliotecas, o objetivo é implantar 500 em 2005 e mais 500, em 2006, em municípios carentes nos quais vivem cerca de 14 milhões de pessoas. Há localidades a serem beneficiadas nas cinco regiões do País. Ainda não há decisão sobre o valor do apoio do Banco aos projetos, segundo a assessoria de imprensa do BNDES.O Canto Livre dará, pela web, acesso a três tipos de conteúdo: os de domínio público; acervos históricos privados de parceiros que participem do projeto; e contribuições voluntárias. O projeto tecnológico está sendo desenvolvido pelo Porto Digital de Recife - pólo de pequenas empresas especializadas em tecnologia da informação, apoiado pelo BNDES.O BNDES também está realizando um estudo para dar apoio à cadeia produtiva do livro, de forma a estimular a ampliação do mercado editorial e promover a ampliação do hábito da leitura entre os brasileiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.