George Takei, "Mr. Sulu" de "Star Trek" sai do armário

George Takei, mais conhecido por seu papel como Mr. Sulu na série Jornada nas Estrelas ("Star Trek"), sai do armário, aparecendo na capa de uma revista para gays e lésbicas de Los Angeles.Takei disse para a The Associated Press que seu papel como o psicanalista Martin Dysart na nova peça em que atua, Equus, foi inspirador para que ele declarasse sua homossexualidade.Takei descreveu o personagem como "um homem muito contido mas turbulento e frustrado". A peça estreou na quarta-feira no Teatro David Henry Hwang de Los Angeles, no mesmo dia em que a revista Frontiers saía com a história de Takei saindo do armário. Divulgação/George Takei em filme recente (acima), na série Star Trek e junto ao elenco do seriado (à dir.)O atual clima político e social também motivaram Takei a sair do armário, disse ele. "O mundo mudou desde quando eu era um jovem me sentindo envergonhado de assumir que era gay", disse."Agora, o casamento gay é uma realidade, o que era inconcebível quando eu era jovem". O ator de 68 anos disse que ele e seu companheiro estão vivendo juntos há 18 anos.Takei, um japonês-americano que viveu num campo de concentração entre os 4 e 8 anos de idade, disse que ele cresceu sentindo-se envergonhado de sua etnia e sexualidade.O ator fez parte do elenco de Star Trek em 1973, como Hikaru Sulu, um personagem que ele interpretou por três temporadas na televisão e seis filmes no cinema. Ele ganhou uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood, em 1986.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.