Stefan Wermuth/Reuters
Stefan Wermuth/Reuters

George Michael cancela shows para tratar pneumonia

Assessora negou que britânico esteja enfrentado problemas cardíacos

REUTERS

25 de novembro de 2011 | 16h53

LONDRES - O cantor britânico George Michael teve de adiar o restante da sua turnê europeia para se tratar de uma pneumonia, disse sua porta-voz nesta sexta-feira.

Mas ela negou rumores de que o ex-vocalista do Wham! estaria enfrentando problemas cardíacos graves e afirmou que ele está "melhorando lentamente" em um hospital de Viena.

"George Michael está doente com pneumonia, e qualquer outra especulação a respeito da sua saúde é infundada e inverídica", disse a porta-voz em nota. "Ele está recebendo excelente atendimento médico; ele está reagindo ao tratamento e melhorando lentamente."

Os médicos aconselharam o cantor a adiar o restante da sua turnê Symphonica.

Em nota, os médicos Christoph Zielinski e Thomas Staudinger disseram que seu paciente "tem uma pneumonia severa, adquirida em comunidade, e está internado. Sua condição se estabilizou, e ele está reagindo ao tratamento. Do ponto de vista atual, o tempo para a recuperação não pode ser estimado, mas ele não poderá apresentar o resto da turnê. Além do tratamento médico, descanso absoluto, paz e silêncio são obrigatórios."

Todas os shows britânicos da turnê foram cancelados, inclusive três neste mês e 11 em dezembro. Quem já comprou ingresso poderá usá-lo quando os shows forem remarcados.

A turnê de Michael, responsável por hits como Careless Whisper e Faith, começou em agosto, em Praga, e era vista como a retomada da carreira de um artista que já prometeu certa vez se aposentar dos palcos, e que em 2010 passou quatro semanas preso por dirigir sob influência de maconha.

Tudo o que sabemos sobre:
George Michaelshows

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.