KEVORK DJANSEZIAN | REUTERS
KEVORK DJANSEZIAN | REUTERS

George Lucas critica o novo ‘Star Wars: O Despertar da Força’

O criador da saga afirmou que os novos donos não estavam interessados em suas ideias para as sequências

O Estado de S.Paulo

31 de dezembro de 2015 | 13h23

O cineasta norte-americano George Lucas criticou em uma entrevista recente o estilo “retrô” de Star Wars: O Despertar da Força, e brincou que havia vendido os direitos da saga para “escravocratas brancos”.

“Quiseram fazer um filme retrô. Não gosto disso. Em cada filme, trabalhei muito duro para fazê-los diferentes”, disse Lucas em uma conversa com o jornalista Charlie Rose, publicada pelo site especializado em cinema The Hollywood Reporter.

“Fiz os filmes completamente diferentes: planetas diferentes, naves espaciais diferentes, para torná-las novas”, acrescentou o criador de Star Wars.

Lucas se referiu aos filmes da popular saga de ficção científica como seus “filhos”, os quais havia “amado” e “criado”, e afirmou que agora os vendeu a “escravocratas brancos”, e depois da qualificação, ficou em silêncio e começou a rir.

O diretor vendeu a franquia galáctica de Star Wars para a Disney em 2012 por US$ 4 bilhões. Além disso, Lucas assinalou que os novos donos não estavam interessados em suas ideias para os novos filmes. “Eles não estavam tão interessados no meu envolvimento de qualquer jeito, mas se eu entrar lá, só vou causar problema, porque eles não vão fazer o que eu quero. E eu não tenho mais o controle para fazer isso, e tudo o que aconteceria é que eu bagunçaria tudo”, ele disse. “Então eu pensei, ‘ok, eu vou pelo meu caminho, e eles vão pelo deles’.”

Lucas também comentou o fato de nunca ter ganhado um Oscar. “Eles não dão prêmios da Academia para filmes populares”, afirmou. Questionado se o fato de fazer filmes populares era um motivo de orgulho, ele respondeu que sim. “É uma parte importante da sociedade, e se você está fazendo um trabalho de arte ou filme e ninguém vê, não sei qual é a parte boa disso.”

Star Wars: O Despertar da Força, o sétimo episódio da saga, bateu recentemente o recorde de arrecadação de bilheteria em sua estreia, e nas suas duas primeiras semanas nos cinemas superou o US$ 1 bilhão – ele deve se tornar o filme com maior bilheteria da história do cinema. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
George LucasStar WarsDisney

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.