Tiziana Fabi/ AFP
Tiziana Fabi/ AFP

George Clooney vai doar US$ 500 mil para ato de alunos por controle de armas

'Nossa família estará presente no dia 24 de março ao lado dessa incrível geração de jovens de todo o país, e em nome de nossos filhos Ella e Alexander'

AFP

21 de fevereiro de 2018 | 10h53

George e Amal Clooney vão doar 500.000 dólares para ajudar a organizar uma manifestação em favor do controle de armas em 24 de março em Washington, após o tiroteio que matou 17 pessoas em um colégio na Flórida.

** Documentário sobre papa Francisco chega a cinemas dos EUA em maio

"Amal e eu estamos tão inspirados pela coragem e eloquência desses meninos e meninas do colégio Stoneman Douglas", indicou George Clooney em um comunicado enviado à AFP por seu agente.

"Nossa família estará presente no dia 24 de março ao lado dessa incrível geração de jovens de todo o país, e em nome de nossos filhos Ella e Alexander, nós estamos doando US$ 500.000 para ajudar a financiar este evento fundador. A vida dos nossos filhos depende disso", acrescentou.

De Jennifer Lopez a Luis Fonsi, passando por Kim Kardashian e Ellen De Generes, várias celebridades americanas se pronunciaram após o tiroteio de Parkland na quarta-feira, 14, para exigir um controle de armas mais rígido.

** Brasileira ganha concurso italiano de ‘Cartas para Julieta’

Os políticos americanos estão profundamente divididos nesta questão, o que impediu a adoção de leis significativas nos últimos anos, apesar dos muitos tiroteios escolares em todo o país.

Estudantes sobreviventes do tiroteio de Parkland anunciaram que vão se manifestar no dia 24 de março durante uma Marcha pelas nossas vidas, que visa exigir um controle mais rigoroso sobre as armas de fogo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.