Gauguin cortou orelha de Van Gogh, diz historiadora

A historiadora e crítica de arte alemã Rita Wildegans quer invalidar a tese de que a orelha esquerda de Van Gogh foi cortada pelo próprio pintor durante um acesso de loucura. Conforme defende Rita, foi seu colega Paul Gauguin que mutilou Van Gogh durante uma briga em que ambos estavam sob o efeito do álcool. Entre as justificativas para sua tese, a sair em livro, Rita aponta o fato de Gauguin ter deixado Arles, na França, onde ele e Van Gogh moravam, no dia do incidente com o amigo sem nem sequer levar objetos pessoais. A versão da automutilação de Van Gogh, segundo ela, baseia-se em declarações do próprio Gauguin, "um mentiroso inveterado".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.