García Márquez diz estar sem inspiração

O escritor colombiano Gabriel García Márquez revelou, em entrevista que será publicada no próximo domingo no jornal espanhol La Vanguardia, que está com bloqueio criativo há mais de um ano. "O ano de 2005 foi o único de minha vida em que não escrevi uma linha", disse ele, acrescentando que acha improvável, mas não impossível, voltar a se inspirar como antes.García Márquez abriu uma exceção ao jornal, pois geralmente não concede entrevistas. Recebeu o La Vanguardia em sua casa, no México, segundo anunciou o site Lavanguardia.es. Crônica de uma Morte Anunciada, Amor nos Tempos de Cólera e Memórias de Minhas Putas Tristes são algumas de suas publicações de sucesso. O escritor, vencedor do Prêmio Nobel em 1982 com o livro Cem Anos de Solidão, exerceu um papel fundamental na expansão e no reconhecimento mundial da literatura latino-americana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.