Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Galo pra lá de Marrakech!

Quase incesto

TUTTY , HUMOR, O Estado de S.Paulo

30 de julho de 2013 | 02h14

A escolha de Diane Lane para protagonizar a minissérie da NBC sobre a vida de Hillary Clinton dividiu os EUA. A atriz está em cartaz no papel de mãe adotiva de Clark Kent em O Homem de Aço e, para muitos americanos, a ex-secretária de Estado já é

casada com o Super-homem.

Dúvida cruel

Quem vai fazer papel de Monica Lewinsky na minissérie da NBC?

Deus dará

A declaração do papa Francisco sobre a sexualidade alheia - "Se uma pessoa é gay e busca Deus, quem sou eu para julgá-la?" - foi bem aceita pela diversidade do Baixo Augusta, com uma ressalva: "Precisa ver se Deus vai topar, né?".

Releitura

Os EUA reabriram em Washington

as conversações de paz entre

palestinos e israelenses. É um

clássico da notícia enguiçada!

Resguardo

Neymar chegou a Barcelona ruivo! A última vez que ele trocou a

cor de cabelo ficou uns três

meses sem jogar nada. Os

espanhóis vão precisar ter

paciência. Passa rápido!

Mal comparando

"Se no Rio foi assim, imagina

na Cracóvia!" Só se fala disso

na Polônia desde o anúncio da

cidade de João Paulo II como

sede da Jornada Mundial da

Juventude em 2016.

Força do hábito

Na viagem de volta a Roma, o

papa Francisco reclamou de não

poder abrir a janela do avião.

A derrota de 4 a 1 diante do maior rival, o Cruzeiro, não doeu nada! A alegria da torcida do Atlético Mineiro ainda por conta da conquista da Libertadores tem dado a Belo Horizonte um certo clima de Jornada Mundial da Juventude. A diferença é que a mineirada bebe feito gambá pra animar a festa, que não tem data para acabar.

Tem atleticano nos bares da Savassi que aproveitou a estada do papa no Brasil para prometer parar de beber quando voltar do Marrocos com o título de campeão do Mundial de Clubes, o mesmo que o Corinthians foi buscar ano passado no Japão.

A invasão da torcida do Galo a Marrakech em dezembro promete ser um trem rumo a um choque cultural sem precedentes: parte da "capital mundial dos botecos" com destino a um lugar onde bebida alcoólica é restrita, rara, cara e de consumo em público associado ao crime.

O torcedor mineiro deve ser prevenido ao fazer as malas, ou seja, o país muçulmano mais ocidental no planeta não perde por esperar!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.