Galliano demitido da própria grife

O estilista britânico John Galliano foi demitido ontem da empresa que leva seu próprio nome. A informação foi divulgada no mesmo dia pelas revistas Women"s Wear Daily e pela The New York Magazine. A decisão foi tomada pelo conselho administrativo da empresa do estilista, que é controlada em 91% pela Dior, grife da qual Galliano foi demitido em março. Na ocasião, a companhia comunicou o desligamento do artista após ele ser acusado de ter feito comentários antissemitas em um bar em Paris. Nesta semana, Galliano, que passou um mês em uma clínica de reabilitação no Arizona, teria sido chamado de racista por um fotógrafo em Los Angeles.

Efe, O Estado de S.Paulo

16 Abril 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.