Galerias de arte fazem os últimos leilões do ano

Algumas das principais galerias de arte de São Paulo vão realizar seus últimos leilões do ano a partir da próxima semana, reunindo boas oportunidades de negócios para colecionadores e comerciantes de quadros, esculturas e antiguidades. Quem tiver paciência para garimpar entre as centenas de obras selecionadas para estes leilões pode encontrar raridades, como lustres e tapetes franceses dos séculos 18 e 19, além de pinturas clássicas que serão leiloadas sem preço mínimo estipulado para a venda.Para atrair um número maior de compradores, a Galeria Paulistana e a Tableau Leilões vão realizar primeira vez um leilão no qual todas as peças serão vendidas com lance inicial livre. Entre as 640 obras reunidas, destacam-se os quadros Maria Fumaça, de José Antônio da Silva, e Prisioneiras, de Paulo Valle Júnior, avaliados em R$ 40 mil e R$ 45 mil, respectivamente. A Cia. Paulista de Leilões vai apostar nas antiguidades e peças raras para chamar a atenção dos compradores. No seu último leilão do ano, que será realizado entre os dias 24 e 28, as principais atrações serão um lustre de bronze dourado francês do século 19 e um tapete francês do século 18, ambos com lance inicial de R$ 20 mil. A galeria Renot também vai realizar seu último leilão na próxima semana, nos dias 24 e 25, reunindo 161 obras de artistas consagrados. O maior destaque será o quadro Morena Brasileira, de Di Cavalcanti, avaliado em R$ 350 mil.Galeria Paulistana: (0-11) 3062-4077Cia. Paulista de Leilões: (0-11) 3062-7954Renot: (0-11) 3083-5933

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.