Reprodução
Reprodução

Galeria americana paga US$ 4,6 milhões por retrato de Diego Velázquez

Investigação no ano passado atribuiu a autoria do quadro ao mestre espanhol

EFE

08 de dezembro de 2011 | 17h34

LONDRES (EFE) - Uma galeria americana adquiriu nesta quarta-feira, num leilão realizado em Londres, por US$ 4,6 milhões, um retrato recém-descoberto do pintor espanhol Diego Velázquez

 

A venda foi realizada pela casa especializada Bonhams. Um dos sócios da galeria, Otto Naumann, disse que o negócio foi "a pechincha da década".

 

Ele se confessou atônito por ter comprado o retrato, de 47 por 39 centímetros, por um preço tão abaixo do mercado para a galeria Alfred Bader Fine Arts de Milkwakee, que fica no estado de Wisconsin. A intenção dos novos donos é vender o quadro.

 

"Estávamos dispostos a pagar muito mais que o dobro desse valor", disse Naumann. O retrato mostra o a figura de um homem calvo de meia idade, de gola branca e vestindo túnica preta.

 

A obra, que faz parte de uma coleção leiloada pela Bonhams, esteve rodeada de dúvidas sobre sua autoria. A descoberta do Velázquez foi divulgada no último número de uma revista especializada.

 

Ele seria leiloado em 2010 pela casa como parte de um lote de pinturas do artista britânico Matthew Shepperson. No entanto, restauradores acharam o estilo do retrato parecido com o do pintor espanhol e iniciaram uma investigação.

 

Mais de um ano depois, estudos revelaram que a pintura realmente era de autoria de Diego Velázquez.

Tudo o que sabemos sobre:
VelásquezBarroco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.