Galãs dominam lista de indicados ao Globo de Ouro

Essa pode ser a vez dos galãs em Hollywood. O anúncio dos indicados ao Globo de Ouro, feito ontem pela manhã pela Academia, dá início também à corrida pelo Oscar, já que a premiação tende a servir como uma prévia da noite mais importante do ano para o cinema mundial - ou, ao menos, o americano. E para o público.

AE, Agência Estado

16 de dezembro de 2011 | 11h02

Em 2012, Brad Pitt, George Clooney e Leonardo DiCaprio estão na disputa na categoria melhor ator de drama. Pitt, no papel do manager de beisebol Billy Beane, que inovou ao usar estatísticas na hora de montar seu time, em "Moneyball - O Homem que Mudou o Jogo"; Clooney, como um pai que luta para manter a família unida em "Os Descendentes"; e DiCaprio, à frente da cinebiografia do diretor do FBI Edgar Hoover, dirigido por Clint Eastwood. Dos três, só o mais velho tem um Oscar, e recente, por "Amor Sem Escalas" (2009).

A categoria superfaturada tem ainda Ryan Gosling, apontado como prodígio de sua geração, que ao menos no Globo de Ouro aparece duas vezes, pelo drama "Tudo Pelo Poder" e pela comédia "Amor à Toda Prova". A predileção por histórias reais, aliás, também continua valendo às mulheres: Meryl Streep, pela imitação de Margaret Thatcher em "A Dama de Ferro", e Michelle Williams, como Marilyn Monroe, são fortes candidatas.

Apesar de diluída, a previsão para o Oscar tem, sim, algumas apostas. Em preto e branco e quase mudo, "O Artista" recebeu seis indicações. "É o queridinho do momento", resumiu o crítico de cinema Rubens Ewald Filho. "Neste momento, o Globo de Ouro serve, sim, de prévia e ajuda muito. Dentro da indústria, é um evento querido pelos atores. E o primeiro dos prêmios importantes do ano."

O filme que recupera o fim do cinema mudo nos anos 20 (sem previsão de estreia por aqui) também pode premiar seu diretor, o francês de sobrenome difícil Michel Hazanivicous, além de roteiro e ator (Jean Dujardin).

Em seguida, com cinco indicações cada, aparecem "Os Descendentes" e "Histórias Cruzadas". O primeiro, rodado entre paisagens paradisíacas do Havaí e com Clooney como homem forte, acompanha o drama de um pai que descobre, após um acidente da mulher, que ela estava tendo um caso. E precisa, sem ela, reorganizar a família. Já o segundo, ambientado nos EUA dos anos 60, discute as relações entre patroas brancas e empregadas negras num preconceituoso Mississippi.

Com quatro indicações, a surpresa é "Meia-Noite em Paris", comédia deliciosa que trouxe Woody Allen de volta à festa. O veterano não ganha um Globo desde "A Rosa Púrpura do Cairo" (1985), e o último Oscar, pelo roteiro de "Hannah e Suas Irmãs" (1986). Compete com ele Martin Scorsese, lembrado pela Academia em 2006 com "Os Infiltrados", e que agora volta à cena com uma fábula infantil, "A Invenção de Hugo Cabret". "O retorno de Allen não é bacana? Não davam mais nada por ele! E agora, esse francês que ninguém sabe de onde veio", brinca Rubens Ewald. A cerimônia do Globo de Ouro será no dia 15 de janeiro e a do Oscar, em 26 de fevereiro. As informações são do Jornal da Tarde.

Principais Indicados no Cinema

Filme - Drama

"Os Descendentes";

"Histórias Cruzadas";

"A Invenção de Hugo Cabret";

"Tudo pelo Poder";

"O Homem Que Mudou o Jogo";

"Cavalo de Guerra".

Filme - Comédia ou Musical

"50%";

"O Artista";

"Missão Madrinha de Casamento";

"Meia-Noite em Paris";

"My Week With Marylin".

Diretor

Woody Allen - "Meia-Noite em Paris";

George Clooney - "Tudo pelo Poder";

Alexander Payne - "Os Descendentes";

Michel Hazanivicous - "O Artista";

Martin Scorsese - "A Invenção de Hugo Cabret".

Ator - Drama

George Clooney - "Os Descendentes";

Leonardo DiCaprio - "J. Edgar";

Michael Fassbender - "Shame";

Ryan Gosling - "Tudo pelo Poder";

Brad Pitt - "O Homem Que Mudou o Jogo".

Ator - Comédia ou Musical

Jean Dujardin - "O Artista";

Brendan Gleeson - "O Guarda";

Joseph Gordon-Levitt - "50%";

Ryan Gosling - "Amor a Toda Prova";

Owen Wilson - "Meia-Noite em Paris".

Atriz - Drama

Glenn Close - "Albert Nobbs";

Viola Davis - "Histórias Cruzadas";

Rooney Mara - "Millennium - Os Homens que Não Amavam as Mulheres";

Meryl Streep - "A Dama de Ferro";

Tilda Swinton - "Precisamos Falar Sobre o Kevin".

Atriz - Comédia ou Musical

Jodie Foster - "Carnage";

Charlize Theron - "Jovens Adultos";

Kristen Wiig - "Missão Madrinha de Casamento";

Michelle Williams - "My Week with Marilyn";

Kate Winslet - "Carnage".

Tudo o que sabemos sobre:
Globo de Ouropremiação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.