Gaiola das Ricas

Band reformula elenco e retoma o reality Mulheres Ricas

GABRIEL PERLINE, O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2012 | 02h07

Como aproximar o cotidiano de uma socialite milionária ao de uma dona de casa? Essa é a missão de Diego Pignataro, diretor da segunda temporada do reality show Mulheres Ricas, previsto para estrear no dia 7 de janeiro na Band. "São cinco mulheres que possuem problemas comuns, assim como a maioria. A diferença fica no cenário delas, muito mais luxuoso se compararmos com a realidade de quem as assiste", disse ao Estado.

A primeira temporada foi marcada por conflitos internos e externos entre as participantes, que desceram do salto e abusaram na demonstração de falta de glamour nos eventos coletivos. Além das brigas, inúmeros porres regados a champagne e situações irreais - como a compra de um jatinho particular, cena exibida por Val Marchiori - levaram a emissora a buscar novas faces para a próxima saga. Narcisa Tamborindeguy é a única remanescente. "Sei que comprei um problema para o meu trabalho, mas ela é incrível. Esse espírito incontrolável nos proporciona gravações loucas e o público aprova tudo o que ela faz", justificou Pignataro. Andréa Nóbrega, Cozete Gomes, Mariana Mesquita e Aeilleen Varejão completam o time principal da atração. "Cada uma tem um diferencial bacana e mostraremos o luxo em universos que não exploramos anteriormente, como o sertanejo e o futebol", explicou o diretor.

No ano passado, a dificuldade foi convencer cinco milionárias a participarem do programa. Agora, o problema de Diego foi driblar as chantagens de quem ficou fora da nova temporada. "O processo foi bastante duro, muitas mulheres queriam participar. Entrevistei cerca de 75 e foi muito chato. O mais interessante é que algumas tentaram me convencer a serem escaladas. Ligavam a todo instante e utilizaram suas influências na mídia para plantar notícias de que haviam sido escolhidas por mim. Isso foi uma maneira sutil de me extorquir", disse.

Apesar de classificar o novo elenco como 'perfeito', Diego se frustrou com a ausência de Zilu, ex-mulher do cantor Zezé Di Camargo, sua grande aposta para a atração. "Eu queria muito que ela participasse, pois está numa fase nova em sua vida. O problema é que ela mora em Miami e o cachê que pagamos seria simbólico para a Zilu."

Conflitos. O clima 'paz e amor' no ambiente das gravações pode terminar em breve. Narcisa, que canta aos quatro cantos a harmonia entre as novatas, está prestes a reencontrar sua grande rival: Val Marchiori. A socialite gravou participações especiais e pode ser o sexto elemento da atração. A decisão está nas mãos do diretor. "Tenho uma relação de amor e ódio com ela. Estamos negociando para ver se aparecerá ou não nesta temporada." O contrato com a TV Record impede a presença dela no reality? "Nunca vi esse contrato. Não sei se existe. É uma lenda. Os impedimentos são outros, mas prefiro não me estender", disse.

O programa promete explorar os conflitos pessoais das participantes, como o caso de Andréa. Seu ex-marido, o apresentador Carlos Alberto de Nóbrega, prometeu suspender a pensão alimentícia dos dois filhos e proferiu algumas ofensas em entrevista ao Programa Amaury Jr. Além disso, a edição promete instigar atritos. "Andréa não se deu bem com Aeileen. Parece ter sentido ciúmes da juventude da garota", comentou o diretor. Ambas desmentiram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.