Futebol é tema de exposição brasileira em Berlim

Onze variações sobre o mesmo tema - o esporte bretão que enfeitiça multidões - fazem a exposição Os Onze - Futebol e Arte, inaugurada nesta semana na Embaixada Brasileira em Berlim. A mostra de artes plásticas integra o calendário da Copa da Cultura, festival paralelo ao Mundial de Futebol organizado pelo governo brasileiro em cooperação com o governo da Alemanha e outras instituições alemãs. Um time de 11 artistas brasileiros foi convidado a usar tintas e imaginação para interpretar o que se passa entre as quatro linhas do campo. Do drible perfeito ao momento máximo do futebol, o gol. Antonio Peticov, Cláudio Tozzi, Ivald Granato, Jô Soares, José Roberto Aguilar, José Zaragoza, Maria Bonomi, Roberto Magalhães, Rubens Gerchman, Tomoshige Kusuno e Zélio Alves Pinto trouxeram à capital alemã todas as cores do futebol-arte brasileiro. De acordo com o coordenador-geral da exposição, José Edson Botelho, as ascendências dos artistas também espelham as diversas origens da cultura brasileira. ?Este grupo, com personalidades de diversas etnias, traz à Alemanha não só a arte do país do futebol, mas também retrata nossa tolerância cultural?, compara Botelho. A mostra vai até o dia 20 de julho. Na quinta-feira, o ministro da Cultura, Gilberto Gil, faz o primeiro concerto de uma série de shows de MPB como parte da Copa da Cultura, tocando de graça para o público de Berlim, no centro cultural Haus der Kulturen der Welt (Casa das Culturas do Mundo).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.