Imagem Cristina Padiglione
Colunista
Cristina Padiglione
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Futebol à venda pela TV frustra metas do Première para 2013

O Première Futebol Clube, canal em pay-per-view da Globosat, fechará o ano com venda inferior à meta planejada para 2013. Embora o canal não anuncie números oficiais desde 2011, quando superou a marca de 1,2 milhão de assinantes, o diretor-geral da Globosat, Alberto Pecegueiro, confirmou à coluna que o resultado ficou aquém do esperado. "Tínhamos expectativas muito agressivas do crescimento do mercado", disse ele.

Cristina Padiglione, O Estado de S.Paulo

12 de novembro de 2013 | 02h17

De fato, o setor fechará 2013 com o menor crescimento entre os últimos quatro anos. O avanço anual, que chegou a ser de 30%, caiu pela metade, chegando a 14,3% na conta dos 12 meses anteriores a agosto, quando os dados da Anatel registravam a existência de 17,33 milhões de assinantes no País. Em fevereiro, essa conta anual ainda marcava 24% de crescimento, segundo o site Tela Viva.

Azar no jogo. Mas a frustração de metas do Première também é fruto do placar em campo. Nos bastidores esportivos, o diagnóstico é de que a ausência de grandes times de Rio e São Paulo entre os mais cotados no Campeonato Brasileiro tem lá seu peso. São regiões que reúnem considerável fatia de assinantes. Além disso, a definição de um campeão com muita antecedência, como está para ocorrer, tampouco ajuda nas vendas.

De todo modo, Pecegueiro afirma que a conta do Première não afeta os cofres da programadora Globosat. "Felizmente, temos superação de metas em outras áreas e uma gestão eficiente de custos que nos ajuda a fazer o resultado do ano."

Tudo o que sabemos sobre:
Cristina Padiglione

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.